Divulgação

Comprometida com o futuro da mobilidade elétrica, a Volvo Car Brasil dá um passo importante em sua estratégia de operação sustentável. Após anunciar um plano global ambicioso com drástica redução da pegada de carbono por carro, a fabricante sueca vai promover a instalação de 500 pontos para recarga de modelos híbridos e elétricos plug-in no país, mudando a forma de fazer negócios ao construir uma nova estratégia para o segmento no setor automotivo.

“Acreditamos que ainda existem barreiras para a compra de um carro eletrificado. Por isso, nossa estratégia de instalação de eletropostos contribui de maneira significativa para a infraestrutura do Brasil e para a indústria automotiva, além de dar mais confiança para que o consumidor adquira com mais tranquilidade um veículo eletrificado”, afirma Luis Rezende, presidente da Volvo Car Brasil e head de América Latina.

Como parte de sua estratégia, a fabricante sueca firmou importantes parceiras com o grupo GPA, rede Iguatemi, redes de estacionamento Estapar, Autovagas e PareBem, além da incorporadora Idea! Zarvos e a sua própria rede de 36 concessionários, somando um investimento de R$ 5 milhões para implantação dessa estrutura.

Com a capilaridade dessas empresas, a Volvo Car Brasil quer garantir uma estrutura ampla de recarga em perímetro urbano, nas principais cidades do país, com presença principalmente em estabelecimentos de média e longa permanência, que permitirão ao usuário a realização de uma carga total em seu veículo plug-in.

Quando a empresa começou seu o projeto, a infraestrutura de recarga no Brasil contava com 125 postos. Com seu esforço para instalação dos pontos e o avanço das parcerias, a rede de recarga hoje foi duplicada. O próximo passo é chegar a 500 vagas instaladas. Assim, na cidade de São Paulo, por exemplo, as pessoas encontrarão um eletroposto Volvo em uma média de 9,7 km distantes um do outro.

Desde já, o cliente da marca que deseja encontrar o eletroposto mais próximo para sua recarga pode acionar o Volvo on Call ao toque de um botão dentro do seu carro, usando o serviço de conveniência e segurança, disponível em todos os veículos da marca.

Para 2020, a marca estuda também a ampliação de sua estratégia para áreas mais afastadas, com inovações em serviços e produtos de eletrificação para continuar transformando a indústria.

Divulgação

Referência em veículos híbridos plug-in – Até o mês de outubro, 6.015 carros híbridos e elétricos foram vendidos no mercado nacional por 14 montadoras. A Volvo é uma das que oferece a mais ampla gama de modelos eletrificados, sendo a única a contar com uma versão híbrida em quase todos os modelos de seu portfólio – a versão híbrida plug-in do XC40 chegará no primeiro trimestre de 2020. Em 2021, 100% da gama de produtos da marca será eletrificada.

Isso se reflete em seus resultados. Nos dez primeiros meses do ano, a fabricante comercializou 884 unidades de carros híbridos plug-in, na qual é líder no segmento premium (contra 136 carros no mesmo período do ano passado, um crescimento de 650%). Em outubro, essa condição foi reforçada com a venda de 135 unidades, compostas pelos utilitários esportivos XC90 e XC60, além dos sedãs S90 e o recém-lançado S60, todos equipados com o motor T8, de 407 hp.

A Volvo Car Brasil vai fechar 2019 com 22% de vendas de seu portfólio eletrificado. Essa porcentagem chegará a 40% no ano que vem, o que significa 4 mil veículos eletrificados da marca, ajudado pelo lançamento do SUV XC40 híbrido plug-in no primeiro trimestre.

Globalmente, a Volvo Cars espera vender, até 2025, 1 milhão de veículos eletrificados. Metade desse volume será de carros totalmente elétricos. Os outros 50% virão dos híbridos plug-in. Ela foi a primeira montadora de automóveis a se comprometer com a eletrificação total e a eliminação progressiva de veículos movidos apenas por um motor de combustão interna. A partir deste ano, todo novo Volvo lançado será eletrificado. A marca também se comprometeu a lançar um novo carro elétrico por ano nos próximos cinco anos.

Estratégia global de sustentabilidade – O futuro da Volvo é elétrico, por isso a ofensiva de lançamento de veículos eletrificados. Essa estratégia é parte de um dos planos de sustentabilidade mais ambiciosos da indústria automotiva. Anunciada no mês passado, prevê a redução de 40% da pegada de carbono por carro em 2025 quando comparado a 2018.