XC90 / Reprodução site

Manter um veículo premium no Brasil é proibitivo e o problema na hora da revenda é que ele perde muito valor. As marcas que atuam no segmento superior de mercado convivem há tempos com essa mentalidade de parte do consumidor.

Mas na Volvo Car Brasil isso é diferente. Comparados até com modelos produzidos localmente, a fabricante sueca teve toda a sua linha de utilitários esportivos listada entre os três veículos que menos perdem valor após um ano de uso, em estudo divulgado pela agência Autoinforme, que promove o prêmio Selo Maior Valor de Revenda.

Um bom exemplo vem do XC60, carro mais vendido pela empresa no país. Por três anos consecutivos, o veículo foi o vencedor de sua categoria. Este ano, o modelo teve uma desvalorização de apenas 10,4% entre os SUVs médios, sendo o único carro premium da categoria.

“Esse resultado reflete o trabalho intenso que estamos fazendo no departamento de pós-vendas”, afirma Tarcísio Triviño, diretor da área. “Nossa política de serviços é extremamente clara e o consumidor tem previsibilidade de gastos com seu veículo”. Um dos pontos ao que o executivo se refere é a revisão com preço fixo. Toda a gama vendida no país conta com plano tabelado de preços para itens obrigatórios divulgado no site para até 150 mil km. “O objetivo é proporcionar ao cliente maior controle dos custos de manutenção de seu carro, podendo programar os valores a cada vez que o veículo vai para as oficinas autorizadas”, conclui.

Outro exemplo é do XC90, que também apresentou desvalorização de 10,4% após um ano de uso, único veículo premium na categoria SUV Grande. Ótimo resultado também foi alcançado pelo XC40, um dos utilitários esportivos mais desejados entre os modelos premium. Na categoria SUV Compacto, ele teve 11% de desvalorização.

Com sua estratégia comercial voltada para a eletrificação de seus produtos, até os modelos híbridos da fabricante sueca figuraram no ranking. Na categoria Híbrido / Elétrico, nada menos que dois veículos subiram ao pódio: XC90 T8 (-12,2%) seguido do XC60 T8 (-13,3%).

XC60 / Reprodução site

“Esses resultados são muito importantes para a Volvo, pois ela foi a marca premium que apresentou a menor desvalorização entre suas concorrentes, de acordo com o estudo da agência Autoinforme. Isso ajuda a desmistificar uma ideia recorrente que ainda paira na cabeça de parte do consumidor”, comenta Camila Mateus, diretora de Marketing da Volvo Car Brasil. “Quebrar esse paradigma nos posiciona como referência em mais esse quesito no segmento premim”.

A fabricante sueca também avançou na política de serviços de pós-venda ao oferecer, além da garantia contratual de fábrica por dois anos, garantia estendida para toda gama. O cliente pode adquirir, por exemplo, um plano de cobertura adicional de 12 meses por R$ 2.965 ou 24 meses por R$ 5.645, sem limite de quilometragem. O Volvo on Call está incluso no pacote e o plano é extensivo a veículos com período de garantia vigente.