As Vendas Reais da indústria registraram quase estabilidade em outubro, caindo 0,4% com relação a setembro. Por outro lado, as Horas Trabalhadas na Produção da indústria paulista subiram 1,9% em outubro, apontando a sexta alta consecutiva da variável.

No acumulado de maio a outubro, o ganho foi de 33,3%, conforme aponta o Levantamento de Conjuntura da Fiesp/Ciesp, divulgado nesta quinta-feira (26/11). O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) atingiu 77,2%, aumentando 0,3 p.p frente a setembro. Esse também foi o sexto aumento seguido do NUCI. Já os Salários Reais médios caíram 0,3% em outubro. Todos os dados estão ajustados sazonalmente.

Apesar do recuo em outubro, as Vendas Reais estão 12,7% acima do nível pré-pandemia (fevereiro de 2020), refletindo o bom desempenho das vendas da indústria a partir do mês de maio. De maio a outubro, o crescimento acumulado foi de 48,7%. O NUCI está 1,5 p.p acima do nível pré-pandemia, porém, o indicador ainda está 2,2 p.p abaixo da média histórica (79,4%), o que representa ociosidade da indústria paulista.

As Horas Trabalhas na Produção, por sua vez, estão 1,4% acima do nível observado em fevereiro. E, finalmente, o item Salários Reais em outubro ficou 3% menor do que o verificado antes da pandemia.

Sensor – De acordo com a pesquisa Sensor, a indústria de transformação paulista se manteve em recuperação no mês de novembro, quando registrou 53,8 pontos, na série com ajuste sazonal.

Esse resultado é superior ao de outubro e indica continuidade da expansão da atividade industrial no mês corrente. Este é o terceiro mês consecutivo que o Sensor registra resultado positivo (acima de 50 pontos).

O item Mercado também está aquecido. O indicador saltou de 53,3 pontos em outubro para 56,4 pontos em novembro. Os números acima de 50 pontos indicam a melhora na atividade industrial.

Outro item com resultado positivo é Vendas. Em novembro, foi registrado 54,2 pontos contra 52,9 pontos em outubro. Como está acima de 50 pontos, espera-se aumento das vendas no mês.

O indicador de nível de Estoque teve leve recuo nesta medição, ao atingir 53,9 pontos contra 55,0 pontos no mês de outubro. O resultado mostra que os estoques estão sendo ajustados.

Outro resultado abaixo de 50 pontos é o nível de Emprego, que registrou 46,8 pontos em novembro, variando negativamente em relação a outubro quando marcou 48,6 pontos. Esse resultado indica expectativa de demissões na indústria paulista.

Investimento obteve resultado positivo em relação a outubro. O item atingiu 52,4 pontos em novembro, ou seja, um crescimento de 2,3 pontos. Resultados acima dos 50 pontos indicam aumento dos investimentos no período.