Corolla do piloto Gazoo Racing, Matías Rossi – Foto Luís França

Com a flexibilização de algumas cidades e a retomada parcial das atividades, a cidade de Goiânia, em Goiás, vai receber a primeira etapa da Stock Car neste domingo, dia 26 de julho, com os portões fechados ao público. A medida, que visa a segurança dos participantes, vai contar com o debute da Toyota GAZOO Racing com oito Corollas no grid da competição.

Com base na filosofia GAZOO Racing, que tem como lema pushing the limits for better (ou em tradução livre indo ao limite em busca do melhor) -, a participação na Stock Car faz parte da estratégia da marca e tem como intuito aprender com as competições e desenvolver carros cada vez melhores e de alta performance.

A escolha pelo Corolla faz parte da estratégia da marca e da divisão esportiva para reforçar os atributos do novo veículo, tais como design, inovação e tecnologia, e trazer insights. “Optamos por participar da Stock Car com o modelo para, além de aprendermos com as competições, desenvolvermos novas soluções que só uma competição de alto rendimento traz para a marca e equipe”, afirma Vladimir Centurião, diretor de Operação de Vendas, Pós-Vendas e Marketing da Toyota e representante da divisão esportiva Gazoo Racing no Brasil.

O Corolla que vai disputar as etapas da Stock Car conta com chassi monobloco, componentes produzidos em material compósito e um motor V8 desenvolvido pela Toyota com capacidade cúbica aumentada para 6.8 litros, 32 válvulas e injeção eletrônica. O motor foi equalizado no Brasil em 460 cv (6.150 rpm) e torque máximo de 61,2 kgfm (5.000 rpm). No modo push to pass (mecanismo que aumenta a potência do carro através de um botão no volante), serão 550 cv (6.150 rpm) e 71,3 kgfm (5.000 rpm).

Quatro equipes e oito pilotos – Ao todo, quatro equipes com dois pilotos cada disputarão as provas a bordo do Corolla Stock Car, dentre eles três ex-pilotos de Formula 1. Conheça todas as equipes e seus respectivos pilotos e os perfis.

Equipe Full Time Sports

Matías Rossi – O piloto argentino foi o mais jovem competidor a vencer o TC 2000 em 2006/2007. Teve sua primeira experiência no kart aos 8 anos, em 1992. Aos 11 anos recebeu de sua mãe a autorização para correr e não parou mais. Conquistou vitórias e títulos no kartismo argentino e chegou a disputar o Mundial em 1999 na Bélgica e 2000 em Portugal. Teve participações nos campeonatos americanos de Fórmula 1 e do mundial de Fórmula 1. Também competiu na Fórmula Renault e Super Renault. Foi vice-campeão no campeonato Super TC 2000 em 2012 e faz sua estreia na Stock Car em 2020 ao lado de Rubens Barrichello.

Rubens Barrichello – Piloto com maior número de corridas disputadas na história da Fórmula 1 com 326 GPs no currículo. Conquistou títulos em importantes categorias de base, como a Fórmula 3 Inglesa. Correu pela F1 entre 1993 e 2011.

Em 2012, após um ano na Fórmula Indy, o piloto foi para a Stock Car e a estreia aconteceu em Curitiba. No ano de 2013, ele fez sua primeira temporada completa e conquistou a pole position em Cascavel. No ano seguinte, em 2014, Barrichello venceu a Corrida do Milhão, sua primeira conquista na categoria e nesse mesmo período, tornou-se campeão da Stock Car.

Equipe Full Time Bassani

Nelson Piquet Jr. – O piloto começou sua carreira no kart em 1993 e permaneceu nessa categoria até 2000 . Em 2002 foi campeão da Fórmula 3 Sul-americana . Foi o primeiro representante brasileiro a vencer na GP2, e o único que conquistou a A1GP, no ano de 2005. Estreou na Stock Car em 2010.

Em 2012, tornou-se o primeiro brasileiro a vencer uma das três divisões nacionais da Nascar. Três anos depois, em 2015, obteve mais duas conquistas: tornou-se o primeiro brasileiro a vencer um evento internacional de primeira linha no rallycross, na etapa de Washington do Global Rallycross Championship (GRC), e foi o primeiro campeão da Fórmula E.

Rafael Suzuki – Rafael Suzuki fará em 2020 sua sétima temporada na Stock Car. Após ser um dos estreantes de destaque em 2014, o paulista apresentou grande evolução durante suas performances em treinos e corridas em 2015 e 2016. Em 2017, ele conquistou seu primeiro pódio na categoria, em Buenos Aires, e vai consolidando seu espaço entre os destaques da nova geração.

Antes disso, Suzuki teve passagens vitoriosas em categorias internacionais no caminho para a F1. Ele disputou os campeonatos Asiático, Alemão e Japonês de Fórmula 3, conquistando vitórias e ficando sempre entre os três melhores nas classificações finais. Ele também competiu no Campeonato Europeu de Gran-Turismo em 2013, formando dupla com o ex-F1 Giorgio Pantano, e brigando pelo título até a última etapa em sua primeira temporada com ‘carros fechados’.

O piloto também é recordista de títulos no kartismo brasileiro, tendo conquistado todos os principais campeonatos, como Brasileiro, Seletiva Petrobras, Copa do Brasil, Sul-Americano, 500 Milhas de Kart, Tricampeão Paulista e Top-15 no Campeonato Mundial.

Equipe RCM

Ricardo Zonta – O curitibano Ricardo Zonta é mais um ex-Fórmula 1 que compõe o atual grid da Stock Car. O piloto estreou no automobilismo mundial em 1999, pela BAR, após dois anos como piloto de testes da McLaren. Disputou sua última corrida na F1 em 2005.

Zonta permaneceu como piloto de testes por mais dois anos. Antes disso, disputou a World Series by Nissan, Mundial de FIA GT e a Fórmula 3000 Internacional, e foi campeão em todas. Chegou à Stock Car em 2007 e conquistou sua primeira vitória na prova mais importante do calendário, a Corrida do Milhão, em 2013.

Bruno Baptista – O jovem piloto de 23 anos vai disputar pela terceira vez como titular numa equipe da Stock Car, ao lado do experiente Ricardo Zonta. No ano passado, Baptista ficou em nono lugar com direito a três pódios na temporada.

Equipe Ipiranga Racing

Thiago Camilo – Segundo piloto em atividade com maior número de vitórias da Stock Car. Estreou na Stock Car Light quando tinha 16 anos, em 2000. Iniciou sua participação na principal categoria do automobilismo nacional em 2003, na mesma corrida em que seu pai, Bel Camilo, se despedia das pistas.

Foi o piloto mais jovem da história a vencer uma corrida da Stock Car, em 2004, aos 20 anos, quando ganhou a prova de Interlagos. Na mesma temporada, já havia registrado o recorde de piloto mais jovem a largar na pole position, na corrida de Tarumã.

Camilo é o único piloto a vencer a Corrida do Milhão em três oportunidades em 2011, 2012 e 2015.

Cesar Ramos – O piloto estreou no kart em 1998 e participou dos principais campeonatos, onde obteve grandes resultados e muita visibilidade. Em 2007, estreou nas categorias de monopostos e foi a revelação da temporada ao conquistar o título do Torneio de Inverno da Fórmula Renault Italiana.

Com essas grandes conquistas logo no início de sua carreira, Ramos foi ganhando espaço no cenário internacional. Em 2008, participou da Fórmula Renault Italiana e Europeia e alcançou resultados expressivos para seguir rumo à Fórmula 1.

Os conteúdos do campeonato virtual serão transmitidos ao vivo pelo site Grande Prêmio e mídias da Stock Car.