As disputas entre os karts da categoria Junior serão bem intensas no Brasileiro - Foto: Luiz Pinheiro

As disputas entre os karts da categoria Junior serão bem intensas no Brasileiro – Foto: Luiz Pinheiro

 

O resultado na rodada dupla da Copa Paladino de Kart, também chamada de Open do Brasileiro de Kart, animou o paulista Thiago Lopez Oliveira (Dolly Guaraná/Academia B9/Scudo Automotive/Box100) para a disputa do certame máximo do kartismo nacional. A competição será realizada pela primeira vez no novo Kartódromo Internacional Paladino, em Conde, na Paraíba, no próximo final de semana (14 a 16/7).

 

“Ficar em terceiro na Copa Paladino sem ter me preparado antecipadamente mostrou que posso brigar pelo pódio e até pelo título do Brasileiro de Kart. Então vou ficar aqui na Paraíba, treinar neste início de semana, para chegar na tomada de tempos em condições de brigar pela pole-position e pelas vitórias”, animou-se o jovem piloto.

 

Por ter priorizado os campeonatos da categoria Rotax, Thiago Oliveira não tem disputado regularmente os certames que utilizam outros tipos de motores, como o Campeonato Paulista e a Copa São Paulo Light, que permitem que se vá desenvolvendo o chassi e a unidade motriz para o grande momento do kartismo brasileiro. Desta forma, o garoto foi acompanhar a sua equipe RR Racing Team, que iria participar do Open em várias categorias, e de última hora acabou aceitando o convite de seu coach Renato Russo para disputar as provas da categoria Junior.

 

“Participei dos treinos e rapidamente me adaptei ao circuito. Ao mesmo tempo fui ajustando o chassi Techspeed e o motor preparado pelo Tibola e percebi que estava competitivo. Aí fui me animando cada vez mais”, contou Thiago, que fez o terceiro tempo na tomada de tempos para a primeira bateria e a segunda volta mais rápida para a largada da segunda bateria, a apenas 24 milésimos de segundo do pole position.

 

Na disputa da primeira bateria Thiago Oliveira chegou a cair de terceiro para o quinto posto, em virtude das acirradas disputas. Mas na sua recuperação estabeleceu a volta mais rápida da bateria e recebeu a bandeirada em segundo. Na corrida complementar o piloto da RR Racing Team partiu da segunda posição, mas na largada ficou pelo lado de fora e enganchou com outro kart e caiu para sétimo. Depois veio se recuperando, para receber a bandeirada em terceiro.

 

Oliveira tem um bom Techspeed acertado pela RR Racing - Foto: Luiz Pinheiro

Oliveira tem um bom Techspeed acertado pela RR Racing – Foto: Luiz Pinheiro

“Nas duas baterias eu preferi fazer mais quilometragem do que me envolver em disputadas desnecessárias que poderiam me deixar fora. Optei ser mais cauteloso, pensando em preservar o equipamento e também me focando no acerto do kart, pois afinal o Open é feito para isso”, explicou o representante da Dolly Guaraná/Academia B9/Scudo Automotive/Box100, que ficou em terceiro na somatória de pontos, logo depois de Gianluca Petecof e Vinicius Ponce.

 

Em virtude do excelente desempenho, Thiago Oliveira e a RR Racing Team vão participar do Campeonato Brasileiro de Kart, com o objetivo de conquistar o título máximo. “Neste começo de semana vamos treinar bastante, desenvolver todo o equipamento, para chegar na quinta-feira brigando pela pole-position. Mas o importante mesmo é ter um bom kart para a bateria final, que vai definir o campeão. Estou muito entusiasmado pra buscar este título”, encerrou Thiago Lopez Oliveira.

 

O formato das disputas do Brasileiro segue a determinação da tomada de tempos, realizada na quinta-feira para definir o grid de largada das duas corridas classificatórias, que serão disputadas na sexta-feira. A soma de pontos dos resultados destas classificatórias define o grid de largada da Pré-Final e, finalmente, o resultado da Pré-Final define as posições da largada da Final, ambas ocorrendo no sábado. O vencedor da bateria Final será declarado Campeão Brasileiro.