Skip to content

RICARDO RIBAS

Jornalismo feito por jornalista

Archive

Tag: TV Globo
  Está decidido. A Globo continuará com os direitos de transmissão da F1 no Brasil. O anúncio aconteceu no Jornal Nacional, segunda-feira (23), que salientou a renovação das cotas com as seis empresas patrocinadoras. São elas: Mastercard, Renault, Petrobrás, Santander, Schincariol e Tim, os mesmos das últimas três temporadas, sendo que cada cotista investiu algo como R$ 62 milhões. O anúncio da emissora surpreendeu por conta dos rumores que davam como certo que ela cederia os direitos à FoxSports, o que acabou não acontecendo.   A renovação das cotas, entretanto, não tem nada a ver com presença de brasileiros na principal categoria do automobilismo mundial. Felipe Massa ainda está com destino indefinido, mas deve encontrar emprego, e a promessa Felipe Nasr, atualmente na GP2, apesar do apoio declarado do mandatário da F1, Bernie Ecclestone, ainda pode ficar mais um tempo distante da divisão principal do esporte a motor. Fora isso, a renovação dos contratos Continue lendo [...]
  A Fox garantiu, após duras negociações com a Globosat, os direitos de transmissão das Olimpíadas do Rio em 2016 e da Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Discute-se agora como será a participação da emissora na Fórmula 1 a partir do ano que vem. A transmissão da Copa do Brasil em 2014 já havia sido anunciada, segundo matéria assinada pelo jornalista Luís Augusto Simon, no UOL, dia 29. A notícia já havia sido divulgada aqui no RR.   As negociações começaram no final de 2011, quando os canais Sportv, da Globosat, anunciaram sua grade de programação para o ano seguinte. Nela, constava a Copa Libertadores da América, um dos eventos mais chamativos em termos de audiência e de retorno publicitário. O pacote comercial havia sido vendido com a garantia de transmissão do evento sul-americano.     A Fox, que tem os direitos de transmissão da Libertadores para toda a América do Sul, avisou a Globosat que inauguraria seu próprio canal de esportes no Brasil no Continue lendo [...]
  O desinteresse do telespectador e, consequentemente, perda de audiência nas televisões retransmissoras da F1 não é um fenômeno imediato, é mediato. A mais categoria do automobilismo mundial é hoje um rascunho, do ponto de vista esportivo, do que foi no passado. Os mandatários da categoria acreditaram que a divisão se encerrava nela mesma e que os negócios deveriam estar à frente do esporte. Além disso, o espectador precisa de ídolos e a F1 se distanciou de tal forma, que um piloto que começa a temporada pode muito sair de cena já que o grid é formado por pilotos pagantes, e muitos deles com experiência questionável. Sem vitórias, sem estrelas nacionais e com carência até mesmo de pilotos que possam ser chamados de “promessas”, a Fórmula 1 afunda no ibope na TV aberta. Dados obtidos por este site apontam que nos últimos dez anos a Globo perdeu mais da metade da audiência nesse esporte: 55%, para ser bem exato. Em 2002, a média de ibope das transmissões Continue lendo [...]
  A cobra fumou e desta vez pode mesmo deixar São Paulo fora da Fórmula 1 em 2014. Bernie Ecclestone, o octogenário comandante da principal categoria do automobilismo mundial, que já reúne condições de ser chamada de conglomerado de locadora de veículos, está irritado com a falta de melhorias no autódromo de Interlagos e ameaçou retirar a etapa do calendário para a próxima temporada por não atender aos requisitos mínimos. É, portanto, um tapa na cara dos últimos signatários da municipalidade, que deram as costas ao decano autódromo e foi irremediavelmente mutilado pelas imposições da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e FOM (Formula One Management). As reclamações de Bernie, entretanto, têm sentido.     "As promessas de reforma de Interlagos não foram cumpridas. Agora, chega. Não fosse a relação antiga e os sentimentos que me ligam ao Brasil, a Fórmula 1 já não estava mais lá", disse Ecclestone em entrevista ao jornal O Estado de Continue lendo [...]
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial