Skip to content

RICARDO RIBAS

Jornalismo feito por jornalista

Archive

Tag: Red Bull
Sebastian Vettel, da Ferrari, quebrou a hegemonia da Mercedes e venceu, domingo (26), o atabalhoado GP da Hungria, disputado no circuito de Hungaroring, seguido do surpreendente piloto russo Daniil Kvyat e do austrialiano Daniel Ricciardo, ambos da Red Bull. Nesta etapa, o cavalinho rampante de Maranello virou Pégaso, não tomou conhecimento do favoritismo da estrela solitária, que ainda foi atropelada por dois touros. Cheia de alternativas, a etapa foi marcada, também, por um comovente minuto de silêncio dos pilotos antes da largada pela morte do piloto francês Jules Bianchi, falecido em 17 deste mês aos 25 anos, em Nice, vítima de um gravíssimo acidente no GP do Japão, a primeira morte após o trágico GP de Ímola de 1995, que marco a morte do tricampeão mundial Ayrton Senna.   Max Verstappen, da Toro Rosso, terminou em quarto, seguido por Fernando Alonso, da McLaren, que, de novo, levou o carro pelo pescoço a quinta colocação, graças, também, ao elevado número Continue lendo [...]
Lewis Hamilton experimentou domingo (21) o triplo sabor da vitória ao ver seu companheiro de equipe Nico Rosberg abandonar a corrida com problema no volante de direção ainda na largada, vencer de ponta a ponta o GP de Cingapura e reassumir a liderança no Mundial. O inglês fez uma prova perfeita ao percorrer as 60 voltas – a corrida terminou no limite de tempo de duas horas – praticamente em ritmo de classificação da segunda parte até o final da prova. Quem deve estar coçando a cabeça é Rosberg, que tinha 22 pontos de vantagem na classificação, correu apenas 14 voltas, e agora faltando cinco etapas do fim, ver Hamilton com 241 pontos e ele com 238. Evidentemente que a diferença é mínima entre ambos, mas Hamilton está aparentemente mais motivado. Completou o pódio em Cingapura os dois pilotos Red Bull Sebastian Vettel e Daniel Ricciardo, segundo e terceiro, respectivamente, seguidos por Fernando Alonso, da Ferrari, e o brasileiro Felipe Massa, da Williams, em quinto Continue lendo [...]
A disputa interna entre os pilotos da Mercedes continua, e com um erro de Lewis Hamilton em sua última tentativa, Nico Rosberg conquistou sábado (7) a pole position para o Grande Prêmio do Canadá, em Montreal. Esta foi a terceira pole de Rosberg, a segunda seguida, em sete provas. Voadores, os pilotos da Mercedes foram os únicos a andar abaixo de 1min15s, com 1min14s874 para Rosberg e 1min14s953 para Hamilton, respectivamente.   Pegando o carro pelo pescoço, o tetracampeão Sebastian Vettel, da Red Bull, foi o terceiro seguido do finlandês Valtteri Bottas e Felipe Massa, da Williams. O Top 10 foi formado por Daniel Ricciardo, da Red Bull, Fernando Alonso, da Ferrari, Jean-Eric Vergne, da Toro Rosso, Jenson Button, da McLaren e Kimi Räikkönen, da Ferrari.   Como foi – As equipes que usam motores Mercedes deram as cartas desde o Q1 ao colocar nada menos que sete carros nas primeiras posições. Poderia ser oito se o mexicano Sergio Perez (Force India) não perdesse o ponto Continue lendo [...]
Lewis Hamilton conquistou sua terceira vitória consecutiva nesta temporada com um desempenho para ninguém botar defeito na China, domingo (20), no circuito de Xangai. Fora a lambança do fiscal xing ling, que deu a bandeira quadriculada ao inglês na volta 54 das 56, para a Mercedes foi uma vitória maiúscula ao fazer 1-2 com Nico Rosberg, o segundo colocado e líder na tabela de pontos, e embolar o meio de campo. O alemão fez uma corrida com a faca entre os dentes após uma largada conturbada. Os dois pilotos da Red Bull não subiram ao pódio e ficaram atrás Fernando Alonso, da Ferrari, que subiu no pódio pela primeira vez na temporada em terceiro na estreia do novo chefe de equipe Marco Mattiacci, que substituiu o demissionário Stefano Domenicali. O top-5 foi composto por Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel, ambos da equipe rubro-taurina. Entre os Construtores, a equipe da estrela solitária com confortáveis 154 pontos.   Lá pelos lados da Williams, o fim de semana não Continue lendo [...]
Lewis Hamilton venceu de ponta a ponta o GP da Malásia, disputado no circuito de Sepang, domingo (30). O resultado, no entanto, era conhecido da maioria. Um dos pilotos da Mercedes venceria, restava saber qual. O pódio de Kuala Lumpur não foi uma surpresa, e teve Hamilton, Rosberg e Vettel, que contrariou opiniões, inclusive a minha, de que a Red Bull era carta fora do baralho. Não foi. O tetracampeão mantém acesa a chama de buscar o penta.   Posso dizer sem risco de errar: foi uma corrida chata. Sem emoção. Porém, a etapa malaia teve algo de agradável, sim, principalmente para os fãs de Felipe Massa por ele desobedecer a uma ordem de boxes velada, que, pelo rádio, apontava seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, como mais rápido naquele momento da corrida. O brasileiro fingiu que não ouviu e se o fez de propósito foi para marcar território dentro do time. Ótimo.   Não resta dúvida que a desobediência vai render pano para manga dentro da Williams. Vai. Continue lendo [...]
Lewis Hamilton, da Mercedes, conquistou sábado (29) a pole position para o Grande Prêmio da Malásia de Fórmula 1, no Circuito de Sepang. A sessão marcada pela tempestade que desabou sobre o circuito malaio. Essa foi a segunda pole do britânico nesta temporada – a primeira foi na Austrália – ao registrar o tempo de 1min59s431 no Q3, ante 1min59s486 do atual tetracampeão Sebastian Vettel, da Red Bull. Nico Rosberg e Fernando Alonso foram a segunda fila.   Quem não foi nada bem foi a Williams. A equipe de Felipe Massa e Valtteri Bottas errou na estratégia de pneus ao mandar para a pista seus pilotos com pneus intermediários ideais para pista molhada e não para chuva intensa. Com isso, Felipe Massa foi apenas o 13º, enquanto o finlandês Valteri Bottas terminou o dia na 15ª posição, à frente de Romain Grosjean, da Lotus.   Como foi – Os treinos começaram com 50 minutos de atraso em decorrência da tempestade, que teimava em não cessar. Com pista liberada e Continue lendo [...]
Nico Rosberg, da Mercedes, confirmou a boa forma e sobrou no segundo treino de sexta-feira em Sepang, na Malásia, ao travar o cronômetro com o tempo de 1:39s909 seguido de Kimi Räikkönen, da Ferrari (1:39s944). Pela manhã, seu companheiro de Mercedes, Lewis Hamilton, fez o melhor tempo, mas não conseguiu repetir o bom ritmo durante a sessão da tarde e ficou em quarto, atrás de Sebastian Vettel, o terceiro, e na frente de Fernando Alonso. Felipe Massa, da Williams, andou forte no início da sessão e chegou a liderar por algum tempo, mas fechou o dia apenas na sexta posição.   Atrás de Felipe apareceram Daniel Ricciardo, desclassificado na Austrália por irregularidade no fluxômetro, e Jenson Button. As boas posições da tetracampeã de Construtores Red Bull parece ter encontrado, aparentemente, o caminho das pedras já que foi um verdadeiro fiasco nos treinos da pré-temporada. Já o britânico da McLaren não manteve o ritmo obtido pela manhã e encerrou o dia atrás Continue lendo [...]
A súbita e surpreendente evolução do RB10 de Daniel Ricciardo, da Red Bull, que durante dos testes da pré-temporada era um saco de problemas, ao conquistar a segunda colocação no GP da Austrália, e depois desclassificada, teve, para muitos, um sotaque de desonestidade. O fluxômetro, aprovado pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) apresentou problemas de variação, que, pelo regulamento, deve controlar a injeção de combustível no limite de 100 kg/h. Sinceramente, eu discordo. Se os sensores do fluxômetro apresentaram disparidades, fora substituído, e mais tarde recolocado nos carros da equipe rubro-taurina, erraram todos, e manchou ainda mais a imagem desgastada da F1.   Os comissários avisaram a equipe sobre o problema e exigiram que ela controlasse o dispositivo. Mas como, se o mesmo apresentava variação de comportamento? No meu entender, se os fluxômetros dos carros de Ricciardo e do tetracampeão Sebastian Vettel estavam bichados, o correto seria Continue lendo [...]