GP da Rússia - RICARDO RIBAS Skip to content

RICARDO RIBAS

Jornalismo feito por jornalista

Archive

Tag: GP da Rússia
  Quatro corridas, três vencedores, e desta vez, na Rússia, no Circuito de Sochi, quem experimentou pela primeira vez o gosto da glória foi o finlandês da Mercedes Valtteri Bottas seguido dos ferraristas Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen. Debutante no degrau mais alto do pódio fez por merecer. Bottas fez uma excelente largada, dominou a corrida e a venceu de ponta a ponta, enquanto seu companheiro de time, o tricampeão mundial Lewis Hamilton, com problemas técnicos, terminou na quarta posição e viu a gordura que o separa do alemão, líder na tabela de pontos, crescer. Já entre os Construtores, a Ferrari tem apenas um ponto de vantagem sobre a Mercedes e que tudo indica, a disputa dos títulos da temporada – Pilotos e Construtores - ficará restrita entre as estratégias de boxes delas.     Mas cá entre nós, numa breve comparação entre a Fórmula 1 com a MotoGP, as corridas sobre duas rodas está dando uma lavada naquela que um dia foi considerada a principal Continue lendo [...]
  Nico Rosberg vence de ponta a ponta o GP da Rússia, disputado domingo (1º) no circuito de Sóchi, e com o resultado soma sete vitórias consecutivas, sendo quatro nesta temporada. Em segundo terminou o tricampeão mundial Lewis Hamilton, seguido de Kimi Räikkönen, da Ferrari. Com 100% de aproveitamento, o alemão da Mercedes atingiu 100 pontos na tabela de pontos ante 57 do inglês e 43 de Räikkönen.     A primeira curva do GP da Rússia foi tumultuada. Rosberg largou bem e conseguiu segurar a primeira posição, enquanto Valtteri Bottas disputou freada com Räikkönen, seguido por Felipe Massa e Vettel, que punido por cinco posições fez por onde para se recuperar. Mesmo comportamento de Hamilton, que sequer entrou na disputa pela pole no sábado e largou da décima posição para cumprir o primeiro giro em quinto. Hamilton soube sair da pancadaria promovida pelo russo da Red Bull, que, possivelmente, esqueceu que corrida se ganha na bandeirada e não na primeira curva. Continue lendo [...]
  Nico Rosberg, da Mercedes, larga da pole-position na GP da Rússia, a ser disputado domingo (1º), no circuito de Sóchi, ao lado de Valtteri Bottas, da Williams. O alemão contou de novo com a falta de sorte de seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, que teve problemas na unidade de força e sequer entrou na pista no Q3 e larga da décima posição. A sorte também não tem acompanhado Sebastian Vettel, da Ferrari, que apesar de ter conquistado a segunda posição foi punido e sairá em sétimo. Melhor para Felipe Massa, que herdou uma posição e largará ao lado de Kimi Räikkönen. Nasr, da pré-falimentar Sauber, marcou apenas o 19º tempo. Mas a corrida promete.   Largando atrás, se não tiver mais problemas, Hamilton reúne condições técnicas para fazer uma prova de recuperação, como no espetacular GP da China, quando largou em último e terminou em terceiro. O mesmo vale para o tetracampeão mundial Sebastian Vettel. A Ferrari evoluiu e é hoje a segunda força Continue lendo [...]
  Barbada! Essa palavra resume perfeitamente a atuação do inglês Lewis Hamilto, vencedor do GP da Rússia disputado domingo (11) no circuito de Sochi. Seu principal oponente, o alemão Nico Rosberg, abandonou a prova na sexta volta com problemas no acelerador, e permitiu a seu companheiro de equipe passear pelo circuito e superar Ayrton Senna em número de vitórias. Fora isso, a punição de 30s imposta a Räikkönen na batida que deu em Bottas, deu o título bicampeã mundial de Construtores à Mercedes.   Em segundo lugar chegou o alemão da Ferrari Sebastian Vettel, que com o resultado deixa para trás seu compatriota da Mercedes na tabela de pontos. O pódio foi completado pelo mexicano da Force India Sergio Pérez, que foi de certo modo privilegiado pela lambança provocada pelo finlandês da Ferrari Kimi Räikkönen, que encheu a lateral da Williams de Valtteri Bottas. (Veja o vídeo abaixo – Crédito: SONYboy)   Com o triunfo na terra dos czares, Hamilton soma agora Continue lendo [...]
Lewis Hamilton sobrou no final de semana e conquistou a vitória no primeiro GP da Rússia de Fórmula 1, domingo (12), no circuito de Sochi. Mas não foi uma simples vitória. Foi a nona dele este ano e com ela deu o título de Campeã Mundial de Construtores à impecável Mercedes. Fora isso, o britânico igualou em número de vitórias de seu compatriota Nigel Mansell com 32 triunfos. Nico Rosberg, companheiro de equipe de Hamilton, terminou em segundo com o surpreendente Valtteri Bottas, da Williams, em terceiro. É do finlandês, também, a volta mais rápida do circuito de Sochi com o tempo de 1:40.896. Com a vitória, Hamilton se consolida no Mundial de Pilotos com 291 pontos, 17 a mais que Rosberg e 98 sobre Daniel Ricciardo.   A dupla da McLaren terminou a prova no quarto e quinto lugares, com Jenson Button e Kevin Magnussen, respectivamente. Ambos fizeram uma corrida comportada, tirando do carro o que ele oferecia e nada mais. O mesmo pode-se dizer de Fernando Alonso, que, Continue lendo [...]
Na disputa interna da Mercedes rumo ao título de campeão, quem se deu bem foi Lewis Hamilton, que larga na primeira posição no GP da Rússia ao cravar o tempo de 1min38s513, 0,2s de vantagem sobre seu companheiro de equipe, Nico Rosberg. Em excelente fase, Valtteri Botas, da Williams, fez o terceiro melhor tempo e dividirá a segunda fila com Jenson Button, da McLaren. Diferentemente de Bottas, Massa larga apenas da 18ª posição. Um problema no motor Mercedes da Williams impediu que o brasileiro passasse do Q1.   Piloto da casa, Daniil Kvyat, da Toro Rosso, fez o quinto melhor tempo e dividirá a terceira fila com seu futuro companheiro de Red Bull, em 2015, o australiano Daniel Ricciardo. Completam o top-10, Fernando Alonso, Kimi Räikkönen, ambos da Ferrari, Jean Éric Vergne, da Toro Rosso, e o atual tetracampeão mundial Sebastian Vettel, da Red Bull, respectivamente. O dinamarquês Kevin Magnussen andou forte e cravou na pista o sexto melhor tempo, mas pagará punição Continue lendo [...]