Skip to content

RICARDO RIBAS

Jornalismo feito por jornalista

Archive

Tag: Dorna
  A Triumph Motorcycles foi anunciada como fornecedora exclusiva de motores, a partir de 2019, para o Campeonato FIM Moto2 – uma das classes que integra o Campeonato Mundial de Motovelocidade, a mais importante competição de motocicletas do planeta. A fabricante inglesa assinou um contrato de três anos com a Dorna, detentora dos direitos comerciais da competição, para fornecer um motor Triumph de três cilindros com 765 cc, baseado no novíssimo propulsor que equipará a nova Street Triple 2017 – motocicleta que chegará ao mercado brasileiro em agosto deste ano.   O novo motor é um desenvolvimento significativo do vitorioso motor Daytona 675R, que possibilitou a vitória desta esportiva em provas como Isle of Man TT, Daytona 200 e British Supersports em 2014 e 2015. Com base na mais alta especificação do motor de 765 cc, a nova Street Triple RS foi desenvolvida para a Moto2 com as seguintes modificações:   Cabeçote do cilindro modificado, com novas portas de Continue lendo [...]
  Em visita extraoficial ao Circuito dos Cristais, o italiano Franco Uncini, Comissário de Segurança da Federação Internacional de Motociclismo (FIM), o espanhol Javier Alonso, diretor de Eventos da Dorna, empresa proprietária do Campeonato Mundial de MotoGP e Superbike acompanhados pelo brasileiro e ex-piloto de MotoGP, Alexandre Barros, vistoriaram as dependências do primeiro Autódromo Internacional de Minas Gerais. Além de garantir que a pista principal do complexo é homologável para todas as categorias do mundo, eles não pouparam elogios, principalmente ao traçado da pista mineira.   “O traçado é fantástico. Gostei muito porque é bastante excitante de guiar e será emocionante para os pilotos. Precisamos trabalhar um pouco na questão de segurança, mas estrutura é realmente fantástica”, disse Franco Uncini, Campeão Mundial de MotoGP em 1982.   Já o executivo da Dorna, ressaltou a importância de todo o complexo. “É fantástico. Existem inúmeras Continue lendo [...]
Alexandre Barros, ex-piloto da MotoGP, apresentou oficialmente a Copa Brasil de Motovelocidade, competição que pretende reunir pilotos profissionais e amadores em três categorias. A ideia é fortalecer o motociclismo no Brasil, descobrir novos talentos e trazer de volta a MotoGP para o país. Além disso, Barros anunciou parceria com a Dorna, empresa que gerencia do Mundial de MotoGP, para ajudar a gerir a Copa Brasil. A Copa Brasil foi formatada para correr seis etapas, cada uma com duas corridas, entre maio e setembro. Quatro delas serão realizadas em Interlagos, uma em Curitiba e uma no Rio de Janeiro. Existe ainda a possibilidade de Londrina entrar no calendário da competição, que tem início marcado para o dia 13 de maio, em São Paulo. Mas ainda depende de negociações. “Esse projeto começou em 2009. Fui conhecendo a necessidade do mercado, a carência dos outros campeonatos, porque o motociclismo não decola no Brasil e a gente não tem representantes lá fora. Nossa Continue lendo [...]
A recente tragédia que devastou para do Japão fez com que a Dorna, promotora da MotoGP, deixasse a critério dos organizadores do GP nipônico decidir se a corrida, originalmente marcada para 24 de abril, em Motegi, vai permanecer no calendário depois do terremoto que devastou a costa nordeste do Japão ou não. Carmelo Ezpeleta, dirigente da empresa promotora da MotoGP afirmou que ainda é cedo para uma decisão final, mas que a Dorna está disposta a aceitar qualquer solicitação das autoridades japonesas. “O Japão é um país muito importante para o campeonato e estamos com eles durante este momento muito doloroso”, declarou o dirigente ao site oficial da categoria. “Nenhuma decisão será tomada até que se veja como os acontecimentos vão se desenrolar ao longo da semana, colocando os interesses do Japão acima”, acrescentou. “Eu tive a oportunidade de falar com aqueles que estão no circuito de Motegi – onde, felizmente, ninguém que trabalha lá se feriu. Da nossa Continue lendo [...]