Depois de muita conversa, intervenção em licitações, o Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, continuará abrigando uma etapa da Fórmula 1 até 2020. Após uma longa negociação, envolvendo o chefão da F1 Bernie Ecclestone e o prefeito da capital Fernando Haddad, foi acertada a renovação do contrato, mas condicionada a uma reforma do circuito. Entre as mudanças exigidas por Ecclestone ao prefeito está a construção de um novo prédio em que ficarão os boxes na Reta Oposta, onde os carros alinharão para largada, e o recapeamento da pista.   Pelas estimativas iniciais, a prefeitura deverá algo em torno de R$ 150 milhões de reais, mas, como sempre, deve ficar pelo menos 25% mais cara. Pelo acordo, o autódromo, devidamente reformado, deve estar à disposição da F1 a partir de 2015, o que significa que as competições locais serão suspensas durante 2014 inteiro. A prefeitura não anunciou o prazo entre o início e a entrega da obra.     A pressão da Continue lendo [...]