Divulgação

Divulgação

 

A Scania recebeu no dia 22 de fevereiro o prêmio de caminhão mais sustentável de 2017, na Itália. O reconhecimento aos novos caminhões da marca, lançados em agosto do 2016 na Europa, foi anunciado durante a Transpotec, principal evento de transporte e logística do país. A nova geração Scania oferece em média redução de 5% na economia de combustível, resultado de dez anos de desenvolvimento de novas tecnologias e inovações, como as implementadas no trem de força e na aerodinâmica.

 

O presidente e CEO da Scania Itália, Franco Fenoglio, recebeu o prêmio no evento e reforçou o engajamento da marca com o transporte sustentável. “Este prêmio é mais uma confirmação do compromisso contínuo da Scania em fornecer soluções de transporte de ponta, tanto em termos de segurança quanto de sustentabilidade. A nova geração de caminhões e serviços representa mais um passo na orientação de todo o setor dos transportes para um futuro mais sustentável.”

 

O evento é organizado pela Vado e Torno, uma das principais revistas do segmento de caminhões da Itália. As votações foram divididas em três categorias: longa distância, distribuição e utilitário. A nova geração Scania se destacou como Caminhão Sustentável do Ano na categoria longa distância.

 

Ao anunciar os vencedores, o júri, que é composto pela equipe editorial da Vado e Torno, enfatizou a economia de combustível, o conforto e o alto nível de segurança da nova linha da Scania. “Existem diversas qualidades que tornam a próxima geração da Scania sustentável”, disse Maurizio Cervetto, diretor da revista Vado e Torno. “O conforto atingiu níveis de excelência também, enquanto o trabalho nos freios e no eixo dianteiro reduziu a distância de frenagem em 5%.”

 

Segundo o executivo da revista, os veículos da nova linha economizaram 5% de diesel, além de estar preparados para o uso de combustíveis alternativos, como o HVO. O júri ainda destacou o novo Opticruise, sistema computadorizado de troca de marchas que oferece aos motoristas melhor controle do trem de força, tornando a direção mais simples, confortável e segura, e os primeiros airbags laterais produzidos na indústria automobilística.