Sem FRIC e nem fricotes Rosberg triunfou em casa - Sutton Images

Sem FRIC e nem fricotes Rosberg triunfou em casa – Sutton Images

Nico Rosberg venceu de ponta a ponta o GP da Alemanha disputado domingo em Hockenheim. Foi a quarta vitória do alemão nesta temporada. Valtteri Bottas, da Williams, confirmou sua superioridade sobre Felipe Massa, e terminou em segundo – foi seu terceiro pódio consecutivo –, seguido Lewis Hamilton, que largou do final do grid e fez uma corrida de recuperação espetacular. Massa, de novo, não teve culpa no incidente. Foi coisa de corrida, mas que o impediu de disputar a corrida. Logo na primeira curva, o brasileiro levou um toque de Kevin Magnussen, da McLaren, capotou e terminou a prova na área de escape, sem nenhum dano físico. Só moral.

 

Terceiro a cruzar a linha de chegada, Hamilton escalou o pelotão de 20º ao pódio e reforçou a posição da Mercedes, líder disparada no Mundial de Construtores. O inglês fez uma corrida de recuperação espetacular e foi deixando para trás os adversários sem muito esforço até encontrar seu compatriota, Jenson Button, dividir freadas e riscar a pintura da McLaren e perder parte da asa dianteira. Com uma corrida apenas regular, Sebastian Vettel terminou em quarto, seguido por Fernando Alonso, da Ferrari, e Daniel Ricciardo, da Red Bull, que travou uma disputa furiosa com o espanhol, mas perdeu por ter pneus em piores condições. Foi bonito.

 

Pérez por pouco não se enrosca com Kyat - Sutton Images

Pérez por pouco não se enrosca com Kyat – Sutton Images

Destaque para os pilotos da Force India. Nico Hülkenberg terminou a prova em um consistente sétimo lugar e o mexicano Sérgio Pérez em décimo – mesmo se safando de um incidente com o russo Daniil Kyat, da Toro Rosso –, tendo entre eles Button e Magnussen, oitavo e nono, respectivamente, para completar o Top 10. Já Räikkönen, o décimo primeiro, está longe de ser o piloto que foi quando estava na Lotus, em 2013, e chegou ao final da temporada com chances de lutar pelo título. O finlandês, ao que tudo indica, não conseguiu se readaptar à Ferrari no seu retorno, e desde o início da temporada tem feito apresentações, se não medíocres, abaixo do seu potencial de pilotagem. Se não melhorar, já sabe, ficará a pé no próximo ano.

 

Início do capotamento da Williams de Massa - Sutton Images

Início do capotamento da Williams de Massa – Sutton Images

Outro que precisa de mais sorte que arrojo é o brasileiro Felipe Massa, para quem, de novo, a corrida não durou nem uma curva na corrida. Foi quase uma repetição do que aconteceu no GP da Austrália, primeira prova da temporada, quando foi abalroado por Kamui Kobayashi, da raquítica Caterham. Desta vez, ao tentar passar seu companheiro de equipe, Bottas, Massa chocou sua Williams com a McLaren do dinamarquês Kevin Magnussen, capotou, e abandonou o GP alemão. Por sorte, o piloto nada sofreu, e se tivesse continuado na pista talvez pudesse incomodar Bottas, mas…

 

“Fisicamente estou bem. Lógico que o acidente deve ter sido mais impressionante do que foi de dentro de carro. O impacto não foi forte, não aconteceu nada. Estou muito chateado pelo que aconteceu. Segunda corrida seguida que alguma coisa como essa acontece. Tentei fazer a curva até de um jeito mais tranquilo para não ter dois carros da equipe brigando. O outro carro não pensou a mesma coisa e eu acabei capotando. Muitos pontos que a gente está perdendo e isso me deixa chateado”, disse o brasileiro em entrevista à TV Globo.

 

A Williams de Massa se arrasta pela pista de cabeça para baixo. Literalmente. - Sutton Images

A Williams de Massa se arrasta pela pista de cabeça para baixo. Literalmente. – Sutton Images

 

Momento da colisão entre Massa de Magnussen. Não um erro. Foi acidente de corrida - Sutton Images

Momento da colisão entre Massa de Magnussen. Não foi um erro, foi acidente de corrida – Sutton Images

“Eu estou na frente dele, ele estava atrás de mim. Na verdade eu nem sei o que aconteceu, eu entrei na curva, arranquei o pé para o meu companheiro fazer a curva, quando comecei a fazer a curva senti um toque na traseira e acabei capotando. Sem dúvida eu estava bem na frente do que o piloto estava”, completou.

 

Massa saiu ileso do acidente mas com a moral em baixa - Sutton Images

Massa saiu ileso do acidente mas com a moral em baixa – Sutton Images

Felipe Massa tem 30 pontos no campeonato e começou este fim de semana apenas na décima posição na classificação do Mundial de Fórmula 1, enquanto seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, é o quinto com 73 pontos. Aí está mais um problema com o qual Massa terá de trabalhar. Uma situação desconfortável é ser segundo piloto de um campeão mundial, outra é estar na mesma posição perante um, porque não dizer, novato, porém dono de uma velocidade inquestionável.

 

Com este resultado do GP da Alemanha, Rosberg atinge 190 pontos no campeonato e abre 14 de vantagem para o vice-líder Lewis Hamilton. A Fórmula 1 volta a se reunir no próximo final de semana para a disputa do GP da Hungria, em Budapeste.

 

F1, GP da Alemanha, resultado final:

Crédito: formula1.com

(Crédito: formula1.com)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...