Baptista já venceu na Fórmula 3 - Foto: Vanderley Soares

Baptista já venceu na Fórmula 3 – Foto: Vanderley Soares

 Pela terceira vez no seu primeiro ano no automobilismo Rodrigo Baptista (HTPro Nutrition) enfrentará uma maratona de quatro corridas em dois dias, com carros completamente diferentes. Neste final de semana (12 e 13/9) o jovem vai comemorar o seu aniversário de 19 anos disputando simultaneamente a quinta rodada dupla da Copa Petrobras de Marcas e da Fórmula 3 Brasil, no Autódromo Internacional de Campo Grande.

 

“Não tenho muita experiência em Campo Grande. Lá é uma pista que dei apenas umas voltas no final do ano passado e nem foi com o carro da categoria principal da Fórmula 3, tampouco com carro de tração dianteira. Fazendo as duas categorias, a vantagem é que vou treinar mais e lembrar mais do circuito”, lista como ponto positivo.

 

Piloto liderou a última corrida realizada - Foto Luca Bassani

Piloto liderou a última corrida realizada – Foto Luca Bassani

 O ponto negativo de fazer tantos treinos e corridas num curto espaço de tempo, ainda mais com carros com reações opostas – o Fórmula 3 é um monoposto leve e com tração traseira e o Toyota Corolla é um veículo fechado, mais pesado e com tração dianteira -, é a possibilidade de baixa umidade e alta temperatura ambiente características da capital do Mato Grosso do Sul, o que pode exigir mais do condicionamento físico do piloto.

 

“Também não tive problemas em fazer quatro corridas seguidas e com carros tão diferentes nas outras duas vezes. Na primeira vez em que isto aconteceu, no Velopark (RS), consegui excelentes posições de largada nas duas categorias, venci na Fórmula 3, e tive grandes disputas no pelotão da frente no Marcas. Na segunda vez, em Curitiba (PR), tive problemas nas duas categorias, mas andei sempre entre os cinco mais rápidos”, relembra Rodrigo Baptista.

 

Maratona de Marcas e F3, duas formas de pilotagem completamente diferente -  Foto: André Santos

Marcas e F3, duas formas de pilotagem diferentes – Foto: André Santos

 Como subiu no pódio pela primeira vez na sua última participação na Copa Petrobras de Marcas, e justamente com uma vitória após grandes ultrapassagens na seletiva pista de Goiânia (GO), Rodrigo Baptista está animado para continuar andando no pelotão da frente. “Esta minha primeira vitória no Marcas me dá mais confiança para as próximas corridas. Quero manter um bom ritmo e ir pontuando para ajudar a Toyota terminar o ano em uma boa posição”, espera o 11º colocado na Copa Petrobras de Marcas.

 

“Para a Fórmula 3 espero pontuar para voltar a brigar pelo vice-campeonato, esse é meu objetivo. Também gostaria muito de subir no pódio, já que faz tempo que não faço isto, desde a minha vitória no Velopark, quatro meses atrás”, planeja o quarto no campeonato da Fórmula 3 Brasil.

 

Confira a programação da maratona de Rodrigo Baptista no final de semana:

Sexta-feira

07h30 às 07h40 – Shake Down – Marcas

07h50 às 08h25 – 1º Treino – 1º grupo – Marcas

08h30 às 09h05 – 1º Treino – 2º grupo – Marcas

09h15 às 10h05 – 1º treino – F3

10h50 às 11h25 – 2º treino – 1º grupo – Marcas

11h30 às 12h05 – 2º treino – 2º grupo – Marcas

12h15 às 13h05 – 2º treino – F3

13h15 às 13h25 – Classificação – Marcas

Sábado

10h15 às 10h35 – Classificação – F3

14h15 – Largada 1ª corrida F3 – 30 min + 1 volta

15h40 – Largada 1ª corrida Marcas – 25 min + 1 volta

Domingo

08h50 – Largada 2ª corrida Marcas – 25 min + 1 volta

14h30 – Largada 2ª corrida F3 – 30min + 1 volta

 

Pontuação da Fórmula 3 Brasil após 10 corridas:

1) Pedro Piquet, 123 pontos

2) Matheus Iorio, 77

3) Carlos Cunha, 62

4) Rodrigo Baptista, 60

4) Arthur Fortunato, 60

6) Nicolas Dapero, 45

7) Christian Hahn, 31

8) Fernando Croce, 19

9) Leonardo Souza, 15

10) Ryan Verra, 12

11) Gustavo Bandeira, 11

 

Depois de dez corridas a Copa Petrobras de Marcas está assim:

1) Vitor Meira (Honda), 149 pontos

2) Vicente Orige (Honda),127

3) Gustavo Martins (Honda), 122

4) Thiago Marques (Toyota), 103

5) Nonô Figueiredo (Chevrolet), 96

6) Cesar Bonilha (Ford), 94

7) Daniel Kaefer (Toyota), 90

8) Guilherme Salas (Chevrolet), 89

9) Rubens Barrichello (Renault), 87

10) Gabriel Casagrande (Renault), 86

11) Rodrigo Baptista (Toyota), 79

Fonte: Organização

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...