Divulgação

 

A nova geração do Audi A7 Sportback é outro modelo de destaque que a Audi traz para o Salão do Automóvel de São Paulo 2018. O veículo incorpora atributos de um novo estilo de Gran Turismo, oferecendo uma digitalização sistemática, uma experiência de direção dinâmica e um conceito de espaço que combina uma vasta gama de solicitações de clientes. O grande cupê de quatro portas traduz a essência da nova linguagem de design da Audi.

 

O design externo do novo A7 Sportback incorpora de maneira enfática a nova e progressiva linguagem de design da Audi, focada em superfícies grandes, cantos afiados e na alternância entre luz e sombra. A grade Singleframe ampla e baixa e as entradas de ar proeminentes expressam o caráter dinâmico do Gran Turismo à primeira vista.

 

Divulgação

 

Quando visto de lado, os contornos pronunciados enfatizam as rodas grandes – referência aos genes quattro da Audi. A linha de teto com queda acentuada domina a silhueta. O cupê tem 4,97 metros de comprimento e 1,91 metros de largura, mas apenas 1,42 metros de altura. Sua traseira tem acabamento afunilado semelhante ao de um iate. Um spoiler integrado à longa tampa do compartimento de bagagens se estende eletricamente a 120 km/h. Uma faixa de luz conecta as luzes traseiras, cujas lâmpadas externas compreendem 13 segmentos cada. Quando as portas são destravadas ou fechadas, animações de luz dinâmicas nas luzes traseiras e nos faróis mostram do que o A7 é capaz.

 

A linguagem de design na parte interna do novo A7 Sportback é reduzida e limpa. As linhas horizontais e o painel de instrumentos discreto transmitem uma sensação de espaço e leveza. O console central é inclinado na direção do motorista e destaca o caráter esportivo do Gran Turismo. Na parte interna, a arquitetura da cabine e a tela do MMI se fundem para formar uma superfície homogênea. A maioria das funções do veículo pode ser controlada por meio de dois displays em um painel escuro. O superior é integrado de maneira quase invisível ao painel. A escolha de cores, materiais de revestimento, detalhes e iluminação interna encaixa-se perfeitamente na atmosfera de lounge futurista.

 

Divulgação

 

O novo A7 Sportback mantém a estratégia de digitalização iniciada no novo A8 e adota o conceito de sensibilidade ao toque MMI com feedback acústico-háptico: um clique tangível e audível confirma a ativação de uma função por meio do toque na tela. O display superior é usado para controlar o sistema de informação e entretenimento, enquanto o inferior fornece o acesso ao controle climático, funções de conforto e conveniência e entrada de texto. Graças à estrutura lógica e plana do menu, a operação é intuitiva, como em um smartphone.

 

A lista de equipamentos de série do novo A7 Sportback no mercado brasileiro inclui rodas de 20 polegadas, revestimentos de couro Valcona, bancos esportivos, lane assist, side assist, controle de cruzeiro adaptativo, pacote de luzes ambiente e de contorno, câmera 360o, sistema de som Bang & Olufsen, kit esportivo S line, entre outros.

 

Divulgação

 

A dirigibilidade do A7 Sportback é ainda mais eficiente graças a um novo sistema híbrido leve (MHEV, mild-hybrid system). O MHEV se baseia em um sistema elétrico primário de 48 volts e um alternador de correia (BAS) gerando até 12 kilowatts de potência de recuperação. O carro pode andar com o motor desligado em uma gama vasta de velocidades e então reiniciar suavemente usando o BAS. A função start-stop agora é ativada a 22 km/h. O 3.0 TFSI é combinado com um câmbio S tronic de sete marchas que, junto ao sistema quattro, usa a tecnologia eficiente ultra para ativar a tração nas rodas traseiras conforme o necessário.

 

O 3.0 TFSI V6 turbo desenvolve uma potência de 340 cv e 500 Nm de torque. Ele acelera o cupê de quatro portas de 0 a 100 km/h em 5,3 segundos, chegando a uma velocidade máxima de 250 km/h. No ciclo NDEC, o A7 Sportback consome 6,8 litros de combustível a cada 100 quilômetros, o que corresponde a 154 gramas de CO2 por quilômetro.

 

O cupê de quatro portas sai da linha de montagem na unidade de Neckarsulm e será lançado no mercado brasileiro no primeiro semestre de 2019.