Rosberg liderou treinos em Sepang - Sutton Images

Rosberg liderou treinos em Sepang – Sutton Images

Nico Rosberg, da Mercedes, confirmou a boa forma e sobrou no segundo treino de sexta-feira em Sepang, na Malásia, ao travar o cronômetro com o tempo de 1:39s909 seguido de Kimi Räikkönen, da Ferrari (1:39s944). Pela manhã, seu companheiro de Mercedes, Lewis Hamilton, fez o melhor tempo, mas não conseguiu repetir o bom ritmo durante a sessão da tarde e ficou em quarto, atrás de Sebastian Vettel, o terceiro, e na frente de Fernando Alonso. Felipe Massa, da Williams, andou forte no início da sessão e chegou a liderar por algum tempo, mas fechou o dia apenas na sexta posição.

 

Em segundo, Räikkönen andou forte - Sutton Images

Em segundo, Räikkönen andou forte – Sutton Images

Atrás de Felipe apareceram Daniel Ricciardo, desclassificado na Austrália por irregularidade no fluxômetro, e Jenson Button. As boas posições da tetracampeã de Construtores Red Bull parece ter encontrado, aparentemente, o caminho das pedras já que foi um verdadeiro fiasco nos treinos da pré-temporada. Já o britânico da McLaren não manteve o ritmo obtido pela manhã e encerrou o dia atrás de seu companheiro de time, Kevin Magnussen, o décimo segundo. Sensação do GP da Austrália, Valtteri Bottas, da Williams terminou o dia apenas na nona colocação, seguido por Nico Hülkenberg, da Force India.

 

Como foi – As equipes estão usando os treinos de sexta-feira para se entenderem com os carros deste ano os quais nem de longe lembram os do ano passado. Isso justifica a grande movimentação na pista. A maioria dos pilotos aproveitou ao máximo o tempo de pista para coleta dados sobre o novo carro. Na busca do limite, muitos erraram. O motor turbo tem como característica despejar potência de forma brutal, e muitos, ao acelerar, viram as traseiras de seus carros passarem a frente. Resumindo, rodaram bonito sobre o asfalto. Parte dos erros também pode ser creditada ao novo sistema de freios, que está sendo usado neste ano e exige do piloto um modo diferenciado de frenagem. Os pilotos da Lotus que o digam.

 

Vettel foi terceiro - Sutton Images

Vettel foi terceiro – Sutton Images

A Lotus, que perdeu um dia precioso de testes da pré-temporada, está pagando um preço alto. Durante os dois treinos livres em Sepang, apenas Romain Grosjean chegou a marcar tempo, durante a tarde, mas bem distante da concorrência. A marca do franco-suíço foi apenas a na décima sétima colocação, enquanto seu parceiro, o venezuelano Pastor Maldonado, tomou baile do E22 nas duas sessões e não chegou a marcar tempo. Carrasco de Felipe Massa em Melbourne, o japonês Kamui Kobayashi, da Caterham, foi o mais lento pela manhã e, por um problema no ERS, não conseguiu entrar na pista no segundo treinamento.

 

 

 Confira os tempos:

FIA/FOM

(Crédito: formula1.com)