Renato Franklin, da Movida, e Marco Silva, da Nissan, fecham acordo para aluguel de carro elétrico – Foto: Marco Antônio Teixeira

Dona do primeiro programa Carbon Free que neutraliza as emissões de carbono dos veículos locados, a Movida anuncia agora a aquisição exclusiva do Nissan LEAF, veículo 100% elétrico. Com esse acordo, a companhia, pioneira em mobilidade elétrica no setor de locação, passa a contar com carros elétricos em sua frota e reforça o seu compromisso de combate às mudanças climáticas.

O novo modelo adquirido pela Movida com exclusividade até 2021, o Nissan LEAF, acumula reconhecimentos da imprensa especializada, como o Carro Verde prêmio concedido pela Federação Interamericana de Jornalistas Automotivos (FIPA), o Melhor Veículo Elétrico 2019, e é o primeiro veículo zero emissão 100% elétrico a ser comercializado em massa no mundo.

Líder global em venda e comercializado em mais de 50 países, ele tem 149 cv (110 kW) de potência e autonomia de 389 km, no ciclo WLTP, e 240 km, no ciclo americano. O veículo ainda conta com o Nissan Intelligent Safety Shield, um conjunto de tecnologias que ajudam o carro e o motorista a monitorar o movimento em torno do veículo, responder a ações inesperadas e a se proteger.

Além disso, ele é equipado com o e-Pedal, inovação que permite o condutor simplificar movimentos na hora de acelerar, desacelerar e parar o carro, pois pode utilizar somente o pedal do acelerador para todas essas ações – algo revolucionário e que representa uma nova maneira de dirigir.

“Fomos pioneiros do setor ao criar a categoria de carros premium para a locação em 2017, uma demanda que hoje cresce em todo o mercado. Agora, inovamos mais uma vez, com a oferta de veículos elétricos, que já estarão disponíveis em nossas lojas em novembro, tanto para o cliente pessoa física quanto jurídica, desde o aluguel eventual até o de longo prazo”, comenta Renato Franklin, CEO da Movida.

Movida investe em aluguel de carro elétrico zero emissão – Divulgação

A Movida investe em soluções de mobilidade elétrica há mais de 4 anos, quando lançou o Movida Volt nas suas lojas. Eram pontos de carregamento e estacionamento de bicicletas elétricas para clientes que alugavam o carro na locadora.

Em 2017, trouxe os trikkes elétricos para locais importantes da orla do Rio de Janeiro e, no ano seguinte, fechou uma parceria estratégica com a startup E-Moving, líder do país na locação de bicicletas elétricas. No verão de 2020, implantou o tuk tuk elétrico em Vitória, em sinergia com a Uber.

“Esta parceria marca um novo passo em nosso projeto de eletrificação no Brasil. Começamos em 2012, com uma frota experimental de táxis no Rio e em São Paulo até evoluirmos para o início da comercialização da nova geração do Nissan LEAF no ano passado no país. Como a melhor maneira de entender e desmistificar o uso do carro elétrico é usando ele no dia a dia, mais brasileiros agora poderão experimentar o Nissan LEAF com a possibilidade de locação pela Movida”, afirma Marco Silva, presidente da Nissan do Brasil.

Desde o seu início, em 2006, a Movida trabalha e cresce focada na construção de uma sociedade melhor, com iniciativas sustentáveis, procurando contribuir de forma significativa com o meio ambiente e a sociedade. “Este novo passo que estamos dando hoje faz parte de toda uma estratégia já traçada e que está no DNA da empresa, em cada unidade de negócios. Ficamos extremamente satisfeitos e ainda mais motivados ao promover soluções que ajudam na evolução da mobilidade urbana sustentável”, enfatiza Franklin.

Nissan LEAF estará disponível para locação por diárias, no aluguel mensal ou no de longo prazo, como o Zero Km – Divulgação

A trajetória da companhia em ações sustentáveis, direcionadas às práticas ESG e aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, não é uma novidade. Além do programa Carbon Free, lançado em 2009, a Movida foi a primeira empresa do setor de locação de carros a compor o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3, que avalia a performance das empresas de capital aberto sob o aspecto da sustentabilidade, incluindo governança, resultados econômicos e equilíbrio socioambiental.

Também foi a primeira locadora do mundo listada em bolsa a ser certificada e fazer parte do Sistema B, movimento global que tem como meta redefinir sucesso na economia para que sejam considerados não apenas o êxito financeiro, como também o bem-estar da sociedade e do planeta. Neste ano, a empresa confirmou o seu pioneirismo no setor ao assinar o Pacto Global, uma iniciativa da ONU para engajar empresas e organizações na adoção de dez princípios nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e corrupção.