Divulgação

A família McLaren ganha um novo integrante no Brasil com a chegada do 600LT. O modelo inicia o próximo capítulo da história dos McLaren Longtail (LT) e, ao mesmo tempo, estabelece uma nova referência como o mais rápido, mais potente e mais focado em pistas – mas ainda homologado para as ruas – dos McLaren Sports Series já criado. O carro foi apresentado na última quinta-feira (14 de fevereiro) na sede da McLaren São Paulo, com as presenças de Bruno Bonifácio, gerente Geral da McLaren São Paulo, e Adam Gron, gerente de Marketing e Imprensa da McLaren para Oriente Médio, África e América Latina.

Divulgação

Inspirado no renomado McLaren 675LT e seu icônico predecessor de corridas Longtail, o McLaren 600LT foi construído para se destacar tanto nas estradas quanto nas pistas. A nova adição à família LT tem todas as características físicas de um verdadeiro McLaren Longtail, incluindo uma silhueta alongada em 74 mm; ele também tem um divisor dianteiro estendido, difusor traseiro alongado e asa traseira fixa. No total, mais de 23% das peças (em número) são diferentes no McLaren 600LT padrão, comparado a um McLaren 570S Coupé.

Divulgação

O interior minimalista e focado em pista tem bancos de corrida de fibra de carbono de baixo peso, vistos pela primeira vez no McLaren P1, e acabamento com uso extensivo de Alcantara. Se o cliente desejar ainda menos peso, estão disponíveis bancos de fibra de carbono super leves, desenvolvidos para o McLaren Senna. A McLaren Special Operations (MSO) oferece uma linha de recursos que inclui um teto de fibra de carbono, arcos da capota e pára-choques dianteiros de fibra de carbono ventilados. Com todas as opções de diminuição de peso instaladas, o peso do novo McLaren 600LT é de 1.247 kg.

Divulgação

Confira a performance do 600 LT (Crédito: McLaren Automotive)

Para fornecer o desempenho extremo apropriado para um LT, o McLaren 600LT é movido por um motor V8 biturbo de 3,8 litros que se beneficia de um sistema de refrigeração aprimorado e redução da pressão de retorno em um sistema de escape ainda mais curto e mais extremo que o do McLaren Senna. A potência máxima é de 600 HP, com torque máximo de 620 Nm e relação peso-potência de impressionantes 2,078 kg/HP.

Divulgação

O volume do novo McLaren LT também será estritamente limitado. A produção do 600LT Coupé teve início em outubro de 2018 e durará cerca de 12 meses, com períodos de construção programados em torno dos modelos Sports Series e Super Series já existentes, bem como os esgotados Senna, Senna GTR e BP23. Os painéis de carroceria de fibra de carbono especiais do 600LT também garantirão que seja significativamente mais raro do que os irmãos da série Sport. Como seus antecessores 675LT, cada 600LT será montado à mão no Centro de Produção McLaren em Woking, Surrey.

Já à venda nos revendedores McLaren (no Brasil, a McLaren São Paulo), o McLaren 600LT Coupé está sujeito à disponibilidade no momento da compra.