A Honda Serviços Financeiros, empresa do grupo Honda que abrange o Consórcio Honda, o Banco Honda e a Seguros Honda e busca facilitar o acesso aos produtos da marca, apresenta o balanço de suas operações para o ano de 2019.

Banco Honda – Seguindo a tendência de crescimento do mercado de motocicletas, o Banco Honda registrou alta de aproximadamente 10% nos financiamentos de motos da marca, em relação a 2018. Foram financiadas mais de 125 mil unidades entre janeiro e dezembro de 2019, ante 112 mil no mesmo período do ano anterior.

O Banco Honda possui grande atuação no varejo de motocicletas, sendo o principal parceiro de financiamento da empresa e atualmente representa 14% das vendas financiadas de motocicletas 0km da marca.

Em relação aos financiamentos de automóveis, o Banco Honda foi o principal agente financeiro da marca para o segmento no ano de 2019, representando 20% das vendas totais da empresa.

Consórcio Honda – Para o segmento de motocicletas, o Consórcio Honda manteve resultados estáveis em comparação com o último período, tendo comercializado mais de 720 mil cotas em 2019, com uma representação de aproximadamente 25% das vendas de motos Honda durante o último ano.

Em relação ao segmento de automóveis, o Consórcio Honda terminou o ano de 2019 com uma carteira de 18 mil consorciados ativos.

Essa é uma modalidade já consagrada no mercado, que se apresenta como uma alternativa segura em meio à instabilidade financeira, atraindo os consumidores que buscam parcelas mensais compatíveis ao seu orçamento.

Seguros Honda – A corretora de Seguros Honda apresentou o maior crescimento dentre todos os negócios da HSF durante 2019 para o mercado de motocicletas, com 23% de avanço em relação ao mesmo período de 2018. Entre janeiro e dezembro do ano passado, foram registradas 161.036 vendas de seguros para motos.

Além da retomada do setor de duas rodas, o resultado também reflete o trabalho desenvolvido junto às seguradoras, reforçando a importância de oferecer seguros que se adequem aos mais variados perfis de motociclistas e que possam cobrir uma ampla gama de modelos e cilindradas.

Para o segmento de automóveis, os resultados demonstram estabilidade em comparação com o ano de 2018.