Hamilton dominou o fim de semana e conquistou sua 34ª vitória - William West/AFP

Hamilton dominou o fim de semana e conquistou sua 34ª vitória – William West/AFP

O inglês Lewis Hamilton sobrou no circuito de Albert Park e venceu com facilidade o GP da Austrália de Fórmula 1 disputado domingo (15). Em segundo lugar chegou seu companheiro de equipe Nico Rosberg seguido de Sebastian Vettel, da Ferrari. Felipe Massa, da Williams, fez uma boa apresentação. O brasileiro largou em terceiro e até parar para trocar pneus manteve a posição. O grande destaque da prova, no entanto, foi o estreante Felipe Nasr, que originalmente largaria em 11º, mas o parceiro de Massa, Valtteri Bottas, sentiu dores nas costas e não largou. A sorte sorriu para o estreante Nasr, que fez uma ótima largada, e apesar de se envolver em um acidente de corrida com Kimi Räikkönen e Pastor Maldonado, fechou a primeira volta em quinto e fazer história.

 

Massa tinha tudo para terminar em terceiro, mas sua Williams perdeu rendimento com pneus mais duros - Getty Images

Massa chegaria em terceiro, mas sua Williams perdeu rendimento com pneus mais duros – Getty Images

O grid do GP da Austrália foi bem mais magro em relação ao do ano passado. Isto porque a Caterham e a Marussia sucumbiram aos problemas financeiros. A agora Manon Marussia levou dois carros de 2014 modificados para Melbourne, mas nem chegou a alinha-los tamanha a quantidade de problemas mecânicos e de estrutura. Mas não foi só ela. Bottas, Magnussen e Kvyat também sequer alinharam no grid e, com isso, apenas 15 carros largaram e apenas onze terminaram. Verstappen abandonou na volta de apresentação com problemas na unidade de força; Räikkönen foi vítima de um erro na troca do pneu traseiro esquerdo, Maldonado ficou grudado na grade de proteção no incidente entre ele, Nasr e Räikkönen e Jean Grosjean foi “convidado” a deixar a prova pela direção da Lotus.

 

Nasr estreou com estilo de veterano e roubou a cena - EFE

Nasr estreou com estilo de veterano e roubou a cena – EFE

Estreia espetacular – Protagonista de boa parte da prova, o brasiliense Felipe Nasr deu um show de pilotagem em Albert Park e entrou para a história ao ser o melhor estreante brasileiro da história da Fórmula 1 ao cruzar a linha de chegada em o quinto lugar. O resultado é melhor que a sétima posição de Chico Serra no GP dos Estados Unidos de 1981, ao volante do nacional Copersucar-Fittipaldi. Apesar de ter o compromisso de tentar chegar ao final da prova, o brasiliense fez uma largada com jeitão de veterano, saltando da décima para a quinta posição na primeira volta. Fora isso, ele conseguiu manter um ritmo consistente e com competência durante a prova, além de vencer uma disputa limpa com o dono da casa, o australiano Daniel Ricciardo, agora primeiro piloto da Red Bull. Evidentemente que pelo que fez na pista, Nasr está sendo observado com atenção pelas outras equipes. Ele fez por merecer. Tem braço.

 

O GP da Malásia acontece dia 29 de março.

 

GP da Austrália, resultado final:

Crédito: formula1.com

Crédito: formula1.com