Hamilton fez a festa da torcida britânica - Foto: Sutton Images

Hamilton fez a festa da torcida britânica – Foto: Sutton Images

Perfeito! Essa palavra define o que fez Lewis Hamilton sábado (29), em Silverstone, ao conquistar a pole-position com o tempo de 1min29s607 e detonar o recorde para a pista, que era do tricampeão mundial Sebastian Vettel, com 1min29s615, registrado em 2010. O grande desempenho do inglês lhe rendeu a segunda pole na temporada e a 28ª na F1. Perfeita, também, foi a Mercedes, que, de longe, tem o melhor carro para classificação. Nico Rosberg larga da segunda posição no GP da Inglaterra, domingo (30). A decepção ficou com a Ferrari. Felipe Massa teve um desempenho abaixo do esperado. A F138 deixou o brasileiro na mão e, por isso, não conseguiu passar do Q2 e larga da 12ª posição.

 

O grande desempenho neste sábado rendeu ao inglês à segunda pole na temporada e a 28ª na Fórmula 1. E reiterou o domínio da Mercedes nos treinos. A equipe já havia faturado a pole em outras três etapas com Nico Rosberg. Desta vez, o alemão teve que se contentar com o segundo posto no grid.

 

A dupla da Mercedes, que já havia dominado o segundo e o terceiro treinos livres, manteve o bom ritmo durante toda a sessão deste sábado. Chegou a revezar as primeiras posições com os pilotos da Red Bull, Vettel e Mark Webber, mas foi superior na parte mais importantes do treino e garantiu os dois primeiros lugares da largada.

 

Pole na etapa passada e líder do campeonato, Vettel sairá da terceira colocação, ao lado de Webber, seguidos por Paul di Resta, Daniel Ricciardo, Adrian Sutil, Romain Grosjean, Kimi Raikkonen e Fernando Alonso, que, como Massa, não se entendeu com seu carro e larga em décimo. Para quem almeja encostar no líder do Mundial, Vettel, o espanhol deve estar roendo as unhas, pois sabe que em um circuito rápido, como Silverstone, talento só não basta.

 

S

Felipe Massa: três batidas em quatro corridas - Foto: Valdrin Xhemaj/EFE

Felipe Massa: três batidas em quatro corridas – Foto: Valdrin Xhemaj/EFE

e servir como alento ao asturiano ferrarista, Felipe Massa também não teve desempenho melhor. Dando prosseguimento as pancadas, o brasileiro sofreu outra forte batida na sexta-feira – a terceira em quatro corridas – e entrou na pista somente nos momentos finais do Q1 e só teve uma volta para avançar para o Q2 e parou por aí. Com o 12º tempo, Massa vai largar atrás do inglês Jenson Button, da McLaren, outro fiasco do dia, ao não colocar nenhum dos dois carros na briga pela pole. O intrépido mexicano Sergio Perez larga da 14ª colocação.

 

A corrida no Circuito de Silverstone está marcada para as 9 horas de domingo (horário de Brasília).

 

GP da Inglaterra, Silverstone, grid de largada:

Crédito: formula1.com

Crédito: formula1.com