Divulgação

A Goodyear e a Brabham Automotive firmaram acordo de cooperação e de desenvolvimento de automóveis para competição e para ruas, dando vida a uma colaboração vencedora que se iniciou em 1965. Esta união coincide com o regresso da icônica marca Brabham ao mundo das competições. O Brabham BT62 debutará em Brands Hatch, tradicional circuito da Grã-Bretanha, nos dias 9 e 10 de novembro, na Britcar Into the Night. Este evento conta com automóveis similares aos das 24 Horas de Le Mans e a resistência conta muito. Vale destacar que foi neste circuito Jack Brabham levou o Brabham-Repco BT19 à glória vitoriosa durante o Grande Prêmio da Grã-Bretanha há 53 anos.

O trabalho conjunto realizado agora pela Goodyear e Brabham revive uma parceria histórica entre as duas empresas repleta de conquistas; entre elas, 26 vitórias em Grandes Prêmios de Fórmula 1. Jack Brabham, por exemplo, foi o campeão mundial de F1 de 1966 com um Brabham BT19 equipado com pneus Goodyear. Foi um momento histórico, pois se tratava do primeiro título, que nunca seria repetido, para um piloto em um carro de sua própria autoria e com o seu nome.

Divulgação

Denny Hulme continuou esse sucesso ao vencer campeonatos consecutivos pela Brabham e Goodyear em 1967, antes que estrelas da Brabham como Carlos Reutemann, Niki Lauda e Carlos Pace levassem a Goodyear ao ponto mais alto do pódio nos anos setenta. Em 1981, Nelson Piquet venceu o campeonato na última corrida em Las Vegas, depois de trocar os pneus de seu Brabham por um modelo Goodyear.

David Brabham, filho de Jack Brabham e diretor da Brabham Automotive, disse: “Os sucessos que Goodyear e Brabham alcançaram juntos no mundo do automobilismo são emblemáticos. A colaboração entre as duas marcas significou uma incrível quantidade de sucessos históricos na Fórmula 1 e em provas de resistência. Esperamos continuar com esse legado vencedor com a Brabham Automotive, do BT62 e de futuras versões de carros de passeio. O compromisso contínuo demonstrado pela Goodyear no mundo da competição significa que este é o momento perfeito para as duas marcas”.

Divulgação

O protagonista da história de retorno da parceria entre Brabham e Goodyear é o Brabham BT62, um carro de corrida sem restrições e puro-sangue, com uma produção limitada de apenas 70 unidades. Com um peso de 972 kg (seco) e 700 cv, o esportivo conta com um motor V8 de 5,4 litros que oferece um desempenho incrível, batendo recordes de voltas rápidas na classe GT3. Com mais de 1.200 kg de carga aerodinâmica, um programa de desenvolvimento de pneus derivado de competições é fundamental para deixar o bólido competitivo.

Dan Marks, diretor comercial de Brabham Automotive, disse: “Goodyear e Brabham desfrutaram com êxito durante quatro décadas na F1. Voltar a parceria com a Goodyear é emocionante, decidimos trabalhar com a Goodyear pela quantidade de tecnologia aplicada e por enxergarmos que com eles conseguiremos chegar ao nosso principal objetivo, que é ter um excelente rendimento nas provas de longa duração”.

Divulgação

Goodyear Eagle F1 SuperSport nos Brabham – Além de fornecer pneus de competição para o BT62, a Goodyear também fornece o Goodyear Eagle F1 SuperSport para a versão das ruas, lançada no início deste ano. O composto combina a experiência das corridas com a premiada tecnologia desenvolvida para fornecer aderência e dirigibilidade superiores.

A comprovação da superioridade está no teste de Ultra Ultra High Performance (UUHP) realizado pela Tire Reviews, site número um de avaliações de pneus online. O desempenho da linha Goodyear Eagle F1 SuperSport é aprimorado com o uso de um composto de alta fricção derivado do esporte a motor, proporcionando excelente aderência e tração laterais.

Essa tecnologia composta está intimamente relacionada aos pneus do Campeonato Mundial de Resistência da FIA (WEC) da Goodyear, que serão usados na temporada 2019/20, começando em Silverstone, em 1º de setembro. A versão somente para pista do BT62 será equipada com pneus Goodyear Racing similares aos carros WEC.