Alunos puderam aplicar na prática o que aprenderam com cálculos matemáticos - Divulgação

Alunos puderam aplicar na prática o que aprenderam com cálculos matemáticos – Divulgação

 

Com a tecnologia cada vez mais nas mãos dos jovens, as escolas estão tendo que se reinventar para continuar atraindo a atenção dos alunos. Uma solução encontrada pelo Colégio Renovatus foi realizar uma excursão educacional na KartFly, a primeira pista de kart elétrico da América Latina localizada no Parque Dom Pedro Shopping, em Campinas.

 

Nesse dia os alunos realizaram dinâmicas com os karts elétricos, onde simularam na prática fenômenos de física e matemática aprendidos em sala de aula. Além disso, puderam se divertir com seus amigos nas corridas de kart, como conta a aluna Ana Beatriz. “Quando fui andar de kart não achei que seria algo tão emocionante, mas foi a experiência mais legal que eu já tive. Me senti voando!”, atestou a aluna.

 

As dinâmicas começam com os alunos indo para a pista e pegando algumas medidas, como as distâncias das retas e raios de curvas. Após isso, alguns alunos dirigem os karts e outros cronometram o tempo que leva para seus amigos percorrerem a pista. Com esses dados eles irão calcular parâmetros como velocidade média e aceleração. Outra parte que atrai muito a atenção dos jovens são as demonstrações feitas pelos instrutores, que percorrem curvas com a pista seca e depois com ela molhada para mostrar diferenças na força de atrito em cada caso. Os alunos participam também de uma corrida com seus amigos e professores para completar o dia de diversão.

 

 

Excursões como essa é uma nova tendência de ensino, que faz com que os alunos ganhem mais interesse pelo conteúdo teórico em atividades “mão na massa” fora da sala de aula. O professor de física Juracyr Filho explica que os alunos gostaram tanto que já desejam levar a ideia para outros projetos. “Os alunos puderam se divertir e sentir na prática o que é aceleração, atrito e força centrípeta. Muitas perguntas surgiram e alguns alunos demonstraram interesse em construir um protótipo elétrico, algo como um carrinho de rolimã, mas elétrico e com bateria”.

 

Tudo isso foi feito em karts elétricos que contam com tecnologia de ponta e não poluem o meio ambiente. “Nosso objetivo com essas excursões é que os alunos aprendam se divertindo. Fora da sala de aula os alunos podem ver a real aplicação de todo o conteúdo teórico que aprendem na escola e ver como isso é importante para as suas vidas”, explica Guilherme Alves, cofundador da KartFly.