Fazer revisão no carro e dirigir com prudência garantem boa viagem – Divulgação

Quem vai pegar a estrada durante o Carnaval não pode esquecer da revisão do carro e do comportamento seguro ao volante. Para evitar dor de cabeça durante os dias de folia, a Mapfre listou algumas ações simples para se preparar para a viagem. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o carnaval 2020 deve gerar um faturamento de R$ 1,3 bilhão para as empresas de transporte rodoviário, companhias aéreas e locadoras de veículos. Já os hotéis e pousadas, com quase 100% de ocupação devem movimentar R$ 861,3 milhões.

Com o aumento do número de pessoas nas estradas, o cenário fica perfeito para ação de criminosos com arrastões para furto de celulares, joias e dinheiro.

O especialista em segurança do Grupo GR, Rogério Rodrigues, e Tulio Carvalho, diretor de Provedores da Mapfre selecionaram dicas fundamentais para quem pretende pegar a estrada e viajar de carro. “As estradas irão receber milhares de pessoas, e os congestionamentos acabam sendo inevitáveis, por isso, é importante fugir de horários de picos e viagens noturnas”, lembra o especialista do Grupo GR.

“Realizar a manutenção preventiva ainda é a melhor maneira de minimizar contratempos. O ideal é checar com antecedência ao dia da viagem o nível de óleo, suspensão, alinhamento, estado das pastilhas de freio, óleos lubrificantes, correias do motor e seus tensionadores, e regular os faróis.”, afirma Carvalho, da Mapfre. “E no dia da partida garantir que a pressão dos pneus seja adequada para o número de passageiros e o volume de bagagens”, completa.

Segundo o especialista, mais de 50% dos serviços prestados em viagens é de reboque do veículo, seja por colisão ou problemas mecânicos. “É fundamental que o motorista seja prudente na direção do automóvel e respeite as regras do trânsito. Além disso, a documentação do condutor e do carro deve estar atualizada, e a prudência é sempre a melhor aliada”, aconselha.

Check-list antes da viagem

Pneus – devem estar em boas condições e calibrados de acordo com o manual do proprietário. Lembre-se do estepe.

Equipamentos de emergência – certifique-se de que o macaco esteja em funcionamento. Inspecione o triângulo e observe se o seu sistema de pé está em boas condições. A chave de roda também é um item obrigatório, que deve sempre estar no porta-malas.

Sistemas de iluminação – teste o funcionamento de todas as lâmpadas de lanterna, dianteira e traseira, os faróis, incluindo o alto, luzes de freio, de ré, de seta e pisca-alerta. Não se esqueça de verificar a luz da placa do veículo também.

Freio – veja o nível de fluido de freio no reservatório. Caso esteja abaixo da marcação máxima, confira se não há vazamento no sistema. Aproveite para identificar se o veículo apresenta algum problema durante as frenagens, como trepidações, inoperância no freio ou ruídos. Se houver algo assim, leve o automóvel para uma oficina especializada.

Correias do motor – não podem estar ressecadas ou com danos.

Óleo e água do motor – veja se o nível do óleo do motor está baixo, se sim, complete até a marcação máxima da vareta. Analise também o nível de água no sistema de arrefecimento. Essas verificações devem ser realizadas, de preferência, com o veículo parado no plano e motor desligado.

Palhetas limpadoras do para-brisa – se apresentarem desgaste, rachaduras ou ressecamento, faça a troca. Não se esqueça de verificar a água do limpador, com a adição de um pouco de detergente neutro.

Bagagem – distribua bem o peso da bagagem no porta-malas, para ter equilíbrio na hora de rodas, e não deixe objetos soltos dentro do veículo. Nunca obstrua o campo de visão do motorista com malas ou outros itens.

Na estrada

Direção segura – dirija de acordo com as regras de trânsito e as condições da via e do tempo, não faça ultrapassagens com a faixa contínua nem freie nas curvas (mas antes delas).

Cadeirinha – lembre-se que o transporte de bebês e crianças de até 7 anos e meio deve ser feito no bebê conforto, cadeirinha ou assento de elevação. Sempre no banco de trás.

Uso de celular – sincronize o seu celular com o sistema multimídia do veículo. Caso o seu veículo não tenha essa tecnologia, coloque o celular no modo avião ou no silencioso. Dessa forma, você evita multas e protege todos à sua volta.

Excesso de velocidade – dirija dentro da velocidade permitida na via e com as condições climáticas. Nunca acelere sobre poças d’água, para evitar a aquaplanagem do veículo, o que pode atrapalhar o controle da direção.

Acenda os faróis – a legislação brasileira exige dirigir com o farol baixo na estrada mesmo durante o dia. Na neblina, o farol alto é perigoso, pois sofre maior interferência do efeito climático. O pisca-alerta só deve ser utilizado em caso de acidente, quando o veículo está parado.

Descanse – faça pausas a cada duas horas, não apenas para abastecer, mas para caminhar e se alongar um pouco. Nunca dirija cansado nem tome remédios que causem sonolência.

Se dirigir, não beba – dirigir após a ingestão de bebida alcoólica é crime, com multa de R$ 2.934,70 e carteira de habilitação suspensa por 12 meses.

Além disso:

  • Tenha a CNH e a documentação do veículo em dia.
  • Planeje sua viagem analisando o percurso a ser seguido, programando os pontos de parada para descanso e abastecimento, e também os valores e pontos de praças de pedágio do seu percurso.
  • Caso algo de errado, é importante ter em mãos o 0800 da sua Seguradora e/ou como é o caso da MAPFRE, verificar se existe algum aplicativo que possa ser utilizado para facilitar e agilizar o acionamento da Assistência 24 horas.