Marca largará com time forte, inclusive nos bastidores - Foto: Ricardo Leizer

Marca largará com time forte, inclusive nos bastidores – Foto: Ricardo Leizer

Com 16 anos de participação no Rally dos Sertões, a Equipe Mitsubishi Brasil está pronta para mais uma prova. Em 2013, a equipe vem com seis veículos, todos movidos a etanol, que competirão em três categorias: serão três L200 Triton SR na categoria Protótipo, uma L200 Triton SR na Pró-Brasil e duas L200 Triton ERS na Super Production.  Seguindo o formato de sucesso usado no rali cross country de velocidade Mitsubishi Cup, a Equipe Mitsubishi Brasil oferece o sistema sit&drive, em que os veículos para a competição são locados e toda preparação, manutenção, apoio e logística são feitos pela equipe de mecânicos e engenheiros da Mitsubishi.

 

“Trazemos para os gentlemen drivers a possibilidade de participar de uma competição de ponta, que exige ao máximo das duplas e do carro”, diz Guilherme Spinelli, piloto que já participou 13 vezes do Rally dos Sertões, tetracampeão da competição e diretor de Competições da Mitsubishi. “A Equipe oferece toda estrutura e conforto tanto para quem busca alta performance, quanto para aqueles que buscam uma nova aventura. É sob medida para que todos tirem o máximo de uma competição tão incrível como o Sertões”, conta.

 

 

Times de engenheiros e mecânicos darão suporte durante todo o rally - Foto - Ricardo Leizer

Times de engenheiros e mecânicos darão suporte durante todo o rally – Foto – Ricardo Leizer

Além de não se preocupar com a logística dos veículos, as duplas fizeram treinos de pista e receberam um treinamento técnico e mecânico. “É importante que as duplas saibam prever, identificar e até resolver pequenos problemas que possam ocorrer durante as especiais”, explica Youssef Haddad, gerente de Competições da Mitsubishi. “Ao fim de cada etapa, a Equipe estará sempre pronta para atender quaisquer necessidades, com engenheiros e mecânicos especializados, e caminhão de peças exclusivo”, completa. O chefe da equipe é o engenheiro Giovanni Godoi, que comandará 44 pessoas entre engenheiros, mecânicos e time de logística, para prestar todo o auxílio para os pilotos e navegadores, que ficarão exclusivamente focados na disputa.

 

Sylvio de Barros, piloto, tem vasta experiência no Sertões: participou 10 vezes de moto. Este ano, faz sua estreia nos carros. “É uma experiência incrível não ter que se preocupar com nada”, conta. “Faz parte do rali a tensão, o desafio. Mas faz muita diferença ter uma estrutura como a da Mitsubishi para correr”, diz o piloto, que participa também da Mitsubishi Cup, rali cross country de velocidade da Mitsubishi, e Lancer Cup, competição de pista exclusiva para Lancer Evo R – as duas competições oferecem o sistema sit&drive (sentar e pilotar, em português). Já Luís Felipe Eckel, que também utiliza o sistema de locação na Mitsubishi Cup, correrá o Sertões pela quinta vez. “Correr o Sertões é o sonho de todo mundo. A Equipe Mitsubishi Brasil é a melhor, com uma estrututa ótima. Chegamos a Goiânia para a largada e não tivemos com o que nos preocupar. Dá para focar apenas na prova”, conta ele, que corre pela primeira vez pela Equipe Mitsubishi Brasil.

 

O navegador, que já ganhou na categoria Production, disputará a categoria Pró-Brasil com o piloto Marcos Cassol. “Tem bastante gente forte, mas sabemos que estamos com um equipamento muito bom, então dá para brigar”, fala.  Considerada a maior prova off-road do Brasil e a segunda maior do mundo, o Rally dos Sertões terá 4.115 quilômetros, com largada e chegada em Goiânia (GO), sendo que 2.488 km serão de especiais, o equivalente a 60,4% do total da prova.

 

O Rally dos Sertões terá nove etapas e passará por oito cidades: Goiânia, Pirenópolis, Porangatu, Minaçu, Uruaçu e Goianésia, em Goiás, e Palmas e Natividade, no Tocantins. A prova terá uma etapa maratona, onde as equipes não podem receber auxílio externo, no quinto dia, entre Porangatu e Natividade. Outra novidade é uma etapa em laço, começando e terminando em Palmas e passando por uma área inexplorada.

 

 

Equipe Mitsubishi Brasil

 #305 João Antonio Franciosi / Rafael Capoani – L200 Triton SR / Protótipos

 #317 Sylvio de Barros / Eduardo Bampi – L200 Triton SR / Protótipos

 #308 Romeu Franciosi / Rogerio Almeida – L200 Triton SR / Protótipos

 #325 Marcos Antonio Cassol / Luís Felipe Eckel – L200 Triton SR / Pró-Brasil

 #311 Rafael Cassol / Lelio Carneiro – L200 Triton ERS / Production

 #318 Glauber Fontoura / Minae Miyauti – L200 Triton ERS / Production

Fonte: Mitsubishi