Divulgação

À medida que cresce a adesão às metas sustentáveis no planeta e a urgência na adoção de medidas para reduzir a emissão de gases de efeito estufa, a demanda por soluções elétricas na mobilidade e logística aumenta. De acordo com o relatório Bloomberg New Energy Finance (BNEF), dois milhões de carros elétricos já circulam no mundo e a previsão é chegar a 54 milhões até 2040.

Esta transição também está se acelerando no transporte de carga, afinal, na logística, a inovação é considerada um fator extremamente estratégico para o sucesso do setor. Especialistas preveem que o uso de caminhões com tecnologias mais limpas deve superar o de automóveis. E a tendência não é diferente no segmento de carga refrigerada, que vem se empenhando em desenvolver tecnologia e ações relevantes que mudarão de vez o setor.

O equipamento de refrigeração totalmente elétrico reduz o consumo de diesel e consequentemente emite menos dióxido de carbono (CO2) na atmosfera, um dos principais causadores do aquecimento global.

Éder Negretti, engenheiro de aplicação da Thermo King, empresa líder em soluções para o transporte refrigerado, destaca outras vantagens: “o uso do equipamento elétrico acoplado demanda pouca de energia para funcionar com eficiência, devido à estabilidade de rotação independente do compressor.

Para veículos com motor a combustão, normalmente, é suficiente um alternador de 12V com um mínimo de 180 ampères, caso do E-200, o equipamento da Thermo King. Dessa forma, proporciona economia no consumo de combustível, que representa uma fatia considerável do preço do frete.

Outra vantagem no uso do motor elétrico para a refrigeração é o menor desgaste do motor do caminhão e maior confiabilidade do conjunto, em razão de ser um sistema compacto eliminando diversas mangueiras, o que diminui também os custos e o tempo de manutenção”, acrescenta Negretti.

O B-100 Eco, o E-200 e EV500 são três soluções plug & play (ligar e usar, em português) totalmente elétricas que garantem o controle de temperatura para transporte refrigerado em veículos leves, vans e caminhões de pequeno e médio porte, fornecendo gerenciamento inteligente da energia necessária e confiabilidade para explorar as oportunidades no transporte refrigerado.

Outro ponto positivo dos equipamentos elétricos para o transporte refrigerado é que são compatíveis com veículos elétricos, entregando baixo nível de ruído, o que os torna ideais para entregas noturnas.

Além do E-200, apontado por Negretti, a Thermo King possui a Série B, projetado para uso em vans de pequeno porte no transporte de produtos frescos e congelados. O controle de temperatura é alimentado da mesma forma, pelo conjunto alternador e bateria do veículo, controlando com eficiência a temperatura do produto transportado.