Divulgação

Empresas do setor industrial que adotaram as tecnologias da indústria 4.0 podem ter vantagens em relação às indústrias tradicionais, principalmente neste momento de retomada da produção, após as paradas devido à pandemia do coronavírus.

Um exemplo de empresa é a thyssenkrupp, uma das pioneiras na transformação digital na indústria no país. Uma de suas plantas, localizada em Minas Gerais, produz componentes automotivos e pôde capturar os benefícios dos processos digitalizados no período em que precisou interromper a produção temporariamente no 2º trimestre do ano, tais como:

• A parada e a retomada das atividades foram facilitadas devido à maior flexibilidade, pois a configuração das máquinas pode ser alterada a qualquer momento, garantindo respostas mais rápidas;

• Necessidade reduzida de manutenção dos maquinários devido à inteligência artificial e ao machine learning, já que os controles na linha de produção se autorregulam e os equipamentos em geral requerem menos calibragens;

• A análise de big data das informações da produção salvas no data center pode ser usada para planejar melhorias para a retomada da produção, como correções ou análises de desgaste de ferramentas, por exemplo;

• Possibilidade de expandir o número de atividades realizadas à distância pelos colaboradores da fábrica, garantindo mais segurança para o retorno das atividades seguindo os protocolos das autoridades de saúde. A tecnologia digital e o trabalho em rede permitem monitorar as linhas de produção de casa, usando o computador ou celular, já que tudo está conectado à rede.