Poeira marcou a 4ª etapa, realizada em Mogi Guaçu - Márcio Machado

Poeira marcou a 4ª etapa, realizada em Mogi Guaçu – Márcio Machado

 

O dia começou cedo e de um jeito bem diferente para as duplas da Mitsubishi Cup, rali cross-country de velocidade que está na 17ª temporada. Antes de encarar três especiais de 30km na terra, os competidores fizeram uma corrida na pista do Autódromo Velo Città.

 

As duplas largaram divididas por categoria e disputaram posições em cinco voltas no circuito. “Os carros superaram as expectativas. Foram corridas emocionantes, com várias ultrapassagens e muito fair play. Foi bacana ver os carros de rali disputando pela primeira vez no Velo Città”, conta Guilherme Spinelli, diretor da Ralliart Brasil, divisão de alta performance da Mitsubishi Motors.

 

Os carros de cada categoria largaram juntos, em busca do menor tempo - Márcio Machado

Os carros de cada categoria largaram juntos, em busca do menor tempo – Márcio Machado

 

Depois da prova on-road, as duplas seguiram para a Fazenda Santa Angelina. “Ter a emoção de dar cinco voltas no asfalto e depois andar na terra foi fabuloso”, relembra Jorge Adriano Peters, da categoria TR4 ER Master.

 

No trajeto off-road, a poeira marcou presença do início ao fim dos 30km, que foi percorrido três vezes pelas duplas. Com a cana-de-açúcar colhida, o percurso estava visual – mas ainda assim a navegação foi essencial. “Meu foco é, o tempo todo, na planilha e o odômetro, justamente para não errar. E hoje qualquer freada antecipada ou atrasada podia atrapalhar”, ressalta Rodrigo Mello, navegador campeão da categoria ASX R.

 

A Mitsubishi Cup fará ainda mais três provas em 2016. “Entramos agora numa fase decisiva do campeonato. Isso pode mudar a estratégia de algumas duplas e também cria uma nova expectativa na disputa”, reforça Spinelli.

 

A próxima etapa será em Indaiatuba (SP), nos dias 8 e 9 de outubro. Será uma rodada dupla, com provas tanto no sábado quanto no domingo.

 

Resultados – Mitsubishi Cup 4ª etapa – Mogi Guaçu (SP)

Pajero TR4 ER

1) Flavio Saraiva / Sara Volpato – 92 pontos

2) Paulo Theophilo Dias Filho / Marcelo Bortoluz – 91 pontos

3) Daltro Marcelo Maronezi / Guilherme de Paula Rezende – 80 pontos

4) Wander Rocha Cortes / Marcelo Mendes – 73 pontos

5) Flavio Donizeti Pereira de Oliveira / Fernando Marcel Toshio Abe – 69 pontos

 

ASX R

1) Markus Johannes de Wit / Rodrigo Mello – 87 pontos

2) Elcio Antonio Bardeli Junior / Idali Bosse – 79 pontos

3) João Paulo Franco / Luiz Felipe Eckel – 78 pontos

4) Rafael Aragao Souza Lopes / João Victor Ribeiro – 76 pontos

5) Werner Neugebauer / Kaique Bentivoglio – 63 pontos

 

Pajero TR4 ER Master

1) Vitor Jose Muench / Jorge Adriano Peters – 93 pontos

2) Frederico Macedo / Nickolas Macedo – 83 pontos

3) Andre Miranda / Alison Pedroso – 81 pontos

4) Marcos Claudemir Chueda / Luiz Afonso Torres Poli – 80

5) Alessandro Cesar Tozoni / Gilze Araújo – 66 pontos

 

ASX RS

1) Lucas Moraes / Alberto Andreotti Neto – 95 pontos

2) Ricardo Feltre / Ivo Renato Mayer – 85 pontos

3) Fabio Ruediger / Eduardo Bampi – 81 pontos

4) Cristian Mai Domecg / Breno De Almeida Rezende – 72 pontos

5) Fabricio Bianchini / Damon Alencar – 72 pontos

 

L200 Triton ER

1) Glauber Fontoura / Rafael Malucelli – 86 pontos

2) Ivan Machado Terni / João Luis Stal – 80 pontos

3) Luiz Claudio Parente / Dalmo Bergantin – 79 pontos

4) Albano dos Santos Parente Jr / João Gilberto Ferreira – 77 pontos

5) Thiago Wilson Rizzo Da Silva / Carlos Eduardo Piacentini – 92 pontos

 

Mitsubishi Cup – Calendário 2016*

08 e 09/10 – 5ª e 6ª etapas – Indaiatuba (SP)

19/11 – 7ª etapa – Autódromo Velo Città – Mogi Guaçu (SP)

* Calendário sujeito a alterações.

Fonte: Mitsubishi