Ingredientes típicos do Cerrado dão toque de brasilidade - Divulgação

Ingredientes dão toque de brasilidade – Divulgação

O mercado cervejeiro continua em franca expansão no Brasil já faz cerca de cinco anos, muito disso se deve à capacidade de inovação das cervejarias consideradas gourmet que não demonstram medo de arriscar e experimentar novos sabores. Foi com essa mentalidade que as empresas Suméria, de Santo André/SP, e Micro X, de Brasília, misturaram os frutos das árvores jatobá e baru à cerveja batizada de Risputnik do Cerrado. “São ingredientes típicos do Cerrado, dando um toque de brasilidade na cerveja que é do estilo Russian Imperial Stout”, explica Marcelo Ribeiro, diretor de Criação e Desenvolvimento de produtos da Suméria.

 

Outro detalhe que chama atenção na Risputnik do Cerrado, que é uma cerveja de cor escura, é a graduação alcoólica que chega a 12,5%, quase duas vezes e meia a mais que as mais comuns do mercado. Quem procura um sabor mais acentuado com certeza vai apreciar já que a taxa de amargor é de 90 IBU. “A característica desse tipo de cerveja que estamos produzindo é ser forte mesmo, com muita personalidade. É um produto único no mercado por tudo isso”, Rogéria Xerxenevsky, diretora da Micro X.

 

O lançamento da cerveja acontece hoje (19), em São Paulo e a distribuição começa imediatamente pelo sudeste e centro-oeste passando a ser em nível nacional a partir de outubro.

 

Serviço:

Lançamento – 19 de Setembro – 19h

Empório Alto dos Pinheiros – R. Vupabussu, 305 – Pinheiros, São Paulo