A pilota Bia Figueiredo foi oficialmente anunciada como contratada da Dreyer & Reinbold para a temporada toda da Indy em 2011. A brasileira, que já havia corrido algumas provas pela equipe, agora fará a temporada completa e alinhará o carro número 24 junto com mais dois compatriotas Helio Castroneves, da Penske, e Vitor Meira, da Foyt. Poderia ser um quarteto de brazucas se Tony Kanaan não tivesse sido defenestrado da equipe De Ferran Dragon, pela falta de dinheiro do time.

No ano passado, quando fez sua estreia na Indy, Bia também correu pela equipe que agora a contratou e participou em quatro etapas: São Paulo, as 500 Milhas de Indianápolis, Chicago e Homestead. O melhor resultado foi um 13° lugar na corrida do Anhembi, prova que abriu o campeonato do ano passado. Fora isso, Bia deu um verdadeiro show de pilotagem no Desafio Internacional das Estrelas e, mesmo vencendo a segunda bateria e ser considerada “campeã moral”, terminou em segundo na classificação geral. Quem levou o troféu foi Lucas Di Grassi, ex-piloto da Virgin.

“Eu realmente estou muito feliz com o acordo com a Dreyer & Reinbold. É um sonho. O ano passado foi importante para mim, já que consegui fazer quatro provas. Agora, eu me sinto mais preparada do que nunca. É muito bom estar de volta à equipe. Eles me conhecem bem. Estou muito ansiosa para a temporada de 2011”, disse a pilota.

“O carro 24 tem um significado especial para nós e estamos muito contentes com essa nova parceria com a Bia para 2011. Ela é muito profissional dentro e fora do carro. Não poderíamos pensar em parceria melhor para a nossa organização”, afirmou Reinbold, co-proprietário do time, no comunicado à imprensa.

“Estou animado como nunca. Penso que esse é o melhor time dos últimos anos. Estamos em uma posição muito competitiva. Bia é uma pilota excepcional e estamos todos entusiasmados por tê-la conosco”, completou Buhl. Bia vai à pista entre os dias 14 e 15 de março, para o primeiro treino coletivo da pré-temporada da Indy, na pista de Barber, no Alabama.