Divulgação

Divulgação

Com o objetivo de levar ao conhecimento do mercado automotivo brasileiro o índice de depreciação de autoveículos, a Agência Autoinforme lança esta semana a 2ª edição do Prêmio Maior Valor de Revenda – Autos, em parceria com a Textofinal de Comunicação. O estudo de depreciação, que pretende ser um índice balizador das montadoras e da rede de concessionárias quanto ao posicionamento estratégico de cada marca em sua política de fidelização de clientes, cada vez mais exigentes, compara preços praticados do veículo 0 km em agosto de 2015 em relação a igual período de 2014, portanto com doze meses de uso, com base na cotação Molicar.

 

“A depreciação depende de vários fatores. Do tamanho do carro, da marca, da rede de revendedores, do cuidado que a marca tem em relação ao pós-vendas, ao segmento, a origem, ao fato de ter grande volume de venda, à sua aceitação no mercado”, analisa Joel Leite, idealizador do prêmio e diretor da Autoinforme.

 

A pesquisa considera os 100 modelos e versões zero km mais vendidos, subdivididos nas categorias de entrada, hatchhatch médio, hatch premium, minivan, monovolume, perua, picape pequena, picape média, sedã pequeno, sedã médio, sedã grande, utilitário esportivo pequeno e utilitário esportivo grande. Foi incluída a categoria sedã de luxo e retirada a de comercial, já transferida para o Maior Valor de Revenda – Veículos Comerciais, realizado no mês passado, em São Paulo.

 

Serão eliminados os carros que tiveram modificações consideráveis nos últimos doze meses, para que a comparação não comprometesse o resultado do estudo. A cerimônia de entrega da premiação está programada para o dia 23 de setembro.