Edson Orikassa, presidente da AEA entrega carta aberta ao representante Ministro das Cidades Ailton Brasiliense - Divulgação

Edson Orikassa, presidente da AEA entrega carta aberta ao representante Ministro das Cidades Ailton Brasiliense – Divulgação

O presidente da AEA (Associação Brasileira de Engenharia Automotiva), Edson Orikassa, entregou dia 25, durante cerimônia de abertura do XXIII Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva – SIMEA, carta aberta ao representante do ministro das Cidades Gilberto Kassab, Ailton Brasiliense, solicitando prioridade na implementação no País de programas de inspeção e manutenção de veículos em uso.

 

No conteúdo, a melhoria das condições de segurança veicular e de combate à poluição do ar que vem sendo conquistada com o auxílio de programas de inspeção e manutenção de veículos em uso em dezenas de países. Mas o Brasil não tem avançado neste campo, apesar de dispor de moderna legislação de trânsito e meio ambiente. Veículos mal mantidos são causas de acidentes e geram aumento na emissão poluentes, penalizando a população com perdas de vidas, incapacitação física e doenças associadas à poluição elevados custos.

 

A entidade tem como intuito mudar este cenário e se colocou à disposição do Governo Federal e governos estaduais para compartilhar seu conhecimento e experiência sobre o patamar de desenvolvimento em segurança veicular e controle ambiental que outros países já atingiram.

 

Além da AEA, assinam a carta – Gaesi, FDTE, Instituto de Engenharia, Laboratório de Física Atmosférica do Instituto de Física da Universidade de São Paulo, Centro de Engenharia Automotiva da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, ABNT, ISMB, Unicamp, IAG, Inaira, Instituto de Saúde e Sustentabilidade, SAE Brasil, Afeevas, Sindipeças e Sincopeças.

 

O simpósio, organizado e promovido pela AEA, abriu suas portas este ano o temário Tecnologia e conectividade melhorando a mobilidade, com três painéis – Interação e conectividade do veículo visando a segurança, Facilitadores da mobilidade (Infotainment) e Choque de realidade – o que se espera do veículo como produto.