O XXIV Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva – SIMEA 2016, promovido pela AEA – Associação Brasileira de Engenharia Automotiva, traz nesta edição a temática Eficiência energética e gases do efeito estufa: impactos da evolução da tecnologia automotiva e abre suas portas nos dias 5 e 6 de setembro, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo (SP).

 

O maior e mais completo evento técnico de engenharia automotiva do Brasil traz mais de 70 sessões técnicas sobre conectividade automotiva, motores, emissões, combustíveis, materiais, veículos virtuais, simulações e segurança; dois dias de debates e palestras de conteúdo técnico sobre as inovações tecnológicas em prol da mobilidade, incluindo dois painéis “Novas tecnologias de motores e veículos” e “Eficiência energética – Não é só questão de motor”, além de uma exposição de tecnologia e a participação de mais de 1.200 profissionais do setor automotivo.

 

A abertura oficial do SIMEA 2016 contará com a participação de Edson Orikassa, presidente da AEA, Ricardo Abreu e Rogério Gonçalves, presidente e coordenador do SIMEA, respectivamente, além de Antonio Megale, presidente da Anfavea, Dan Ioschpe, presidente do Sindipeças, Luis Rezende, vice-presidente da Abeifa e CEO da Volvo Cars, Carlos Ghosn, CEO da Renault/Nissan, e Murli Iyer, vice-Presidente da Fisita Americas, além de Margarete Gandini, diretora do Departamento das Indústrias de Equipamentos de Transporte, da Secretaria de Desenvolvimento da Produção, representando o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

 

Na sequência, Margarete Gandini apresenta a primeira palestra, com o tema Relevância do Inovar-Auto para o País, contendo uma visão do governo sobre o programa que, tendo atingido sua maturidade, representou inúmeros avanços em tecnologia automotiva, destacando a importância do programa para o Brasil e para a sociedade.

 

O painel 1 Novas tecnologias de motores e veículos vai abordar as mais recentes soluções tecnológicas focadas em eficiência energética, redução de consumo e dos gases responsáveis pelo efeito estufa. Fabricantes de motores, de veículos e sistemistas vão discutir as mais avançadas tecnologias em utilização e sua visão sobre o Inovar-Auto. Os executivos confirmados são Gino Montanari, diretor P&D da Magneti Marelli, Ricardo Abreu, diretor P&D da Mahle, Fábio Ferreira, diretor de Engenharia da Bosch, e Elmar Hockgeiger, diretor de Engenharia da BMW.

 

A luta por maior eficiência energética, desenvolvimento sustentável de novos materiais e tecnologias, maior foco em segurança e crescente simbiose entre automóveis e a sociedade será abordada por Stephan Keese, sócio da Roland Berger em Eficiência Energética e Redução das Emissões – Uma Visão Econômica.

 

Uma parceria de seis organizações, incluindo a Agência Internacional de Energia (IEA), United Nations Environment Programme (UNEP) e da FIA Foundation que visa a promover a economia de combustível da frota leve global será pauta da Programas de eficiência energética no mundo – The Global Fuel Economy Initiative (GFEI), por Gianni López, diretor do Centro Mario Molina, do Chile. Usando técnicas de modelagem, o GFEI propõe uma série de metas para melhorar a economia de combustível, resultando em uma melhora com média global de 50% em todos os veículos de 50% até 2050.

 

A palestra Previsibilidade em programas de eficiência energética, a ser ministrada Keijiro Takai, gerente da Toyota Motor Corporation, está programada para iniciar as apresentações do SIMEA 2016, no segundo dia. O painel 2 Eficiência energética – Não é só questão de motor prevê discussão sobre as opções desenvolvidas para melhorar a eficiência energética além das tecnologias de motores. Combustíveis, Lubrificantes, Aditivos, Pneus, Materiais, Aerodinâmica, Recuperação de Energia são áreas nas quais as tecnologias inovadoras podem ser fortalecidas para reduzir o consumo de combustível dos veículos.

 

E quando o assunto é a definição de um cenário arrojado para incentivar toda a indústria a buscar metas com políticas de eficiência energética e redução de consumo dos veículos, haverá a apresentação Eficiência energética e redução dos gases do efeito estufa – Um cenário para o futuro, por William Wills, da UFRJ/COPPE/LIMA.

 

“Trata-se de uma excelente oportunidade de contato e atualização sobre o desenvolvimento tecnológico e o potencial da engenharia brasileira. Teremos discussões de assuntos atuais com os maiores especialistas do setor debatendo propostas e saídas para o avanço da indústria, ocasião também para absorver sobre a engenharia da mobilidade em escala mundial”, afirma Rogerio Gonçalves, presidente da comissão organizadora.